A bola rola para Visa

Buscar

Comunicação

Publicidade

A bola rola para Visa

Patrocinadora global da Fifa lança ação para comunicar inédita pré-venda exclusiva de ingressos para a Copa das Confederações

Jonas Furtado
22 de outubro de 2012 - 11h11

Depois de muito aquecimento, testes e preleções, em uma espécie de pré-temporada de um grande torneio, a Visa está pronta para o pontapé inicial. Estreia nesta semana, com filmes em TV aberta e por assinatura e desdobramentos na internet, a primeira ação da marca relativa ao patrocínio à Copa do Mundo de 2014, no Brasil. Desde 2007, a empresa de cartões de crédito é um dos seis parceiros preferenciais da Fifa e esperava apenas o final dos Jogos Olímpicos, do qual também é patrocinadora para dar início à ativação da mais valiosa propriedade comercial do futebol mundial. As peças divulgarão o início da pré-venda exclusiva de ingressos dos jogos da Copa das Confederações 2013 aos portadores de cartões Visa.
 
“Não diria que o futebol dominará a nossa comunicação nos próximos 20 meses porque temos outros produtos que precisam ser trabalhados. Mas chegou o momento de colocar o foco no futebol, sim”, afirma Luis Cássio de Oliveira, diretor executivo de marketing da Visa no Brasil. Para ilustrar a importância que o esporte bretão passa a representar  na comunicação da empresa, ele cita o novo escritório de 600 metros quadrados estruturado para servir de quartel-general da Visa no Rio de Janeiro — cidade que receberá a decisão da Copa do Mundo e na qual as agências da companhia, como AlmapBBDO e IMG (multinacional que se associou à EBX, de Eike Batista), também  ampliaram a presença para atendê-la.

A protagonista do filme (assista abaixo) é a cantora Vanusa, que virou hit nas redes sociais graças a vídeos gravados em ocasiões nas quais esqueceu a letra do Hino Nacional. “Precisávamos divulgar a Copa das Confederações e dar continuidade à campanha do ano, que já tem esse tom de humor. Quando a AlmapBBDO apresentou o roteiro com a Vanusa, não quis ver mais nada”, conta Oliveira. “Ainda está muito fresco na cabeça do consumidor o fato de ela esquecer a letra enquanto cantava o Hino Nacional, e, por sua vez, há associação natural com o futebol para o brasileiro.”

De acordo com a Visa, esta é a primeira vez que a Fifa autoriza uma pré-venda exclusiva de ingressos para a Copa das Confederações, torneio que será disputado entre 15 e 30 de junho de 2013 e serve como piloto da organização da Copa do Mundo. A comercialização das entradas foi escolhida como a principal plataforma da marca para a ativação da parceria com a Fifa. Com o objetivo de garantir destaque e retorno às iniciativas, a Visa considera fundamental distinguir-se dos demais parceiros globais da Fifa.

“Dentro dos eventos que participamos, a venda de ingresso é o nosso principal território, e envolve a experiência que o consumidor passa a ter ao chegar ao estádio. Tem tudo a ver com o nosso propósito”, comenta o executivo de Visa. “Ao demarcarmos bem este território, não nos preocupamos mais em concorrer com os demais patrocinadores oficiais, porque tudo o que eles fizerem para promover o evento só agregará valor às nossas ações”, completa Oliveira, que revela já estar negociando promoções conjuntas com os demais patrocinadores globais da Fifa (Coca-Cola, Hyundai, Emirates, Sony e McDonald’s).

Data indefinida

A pré-venda de ingressos promovida pela Visa acontecerá entre os dias 21 e 30 de novembro. Por conta do atraso nas obras da Arena Pernambuco, no Recife, a Fifa cogita não realizar mais jogos da Copa das Confederações no estádio. A entidade marcou para 8 de novembro a divulgação de preços e condições de comercialização dos ingressos.  

wraps

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”