CCAA escolhe Jessica Alba para nossa alegria

Buscar

Comunicação

Publicidade

CCAA escolhe Jessica Alba para nossa alegria

Campanha da rede de escolas reúne atriz e cantor do hit ?Para nossa alegria?


14 de janeiro de 2014 - 12h00

O CCAA, que em anos anteriores mostrou brasileiros que se davam mal diante de celebridades como Bruce Willis, Mike Tyson e Megan Fox por não dominarem o idioma, resolveu mudar o roteiro. A campanha criada pela NBS tem um filme protagonizado por um personagem que fala o idioma muito bem e que, por isso, tem um grau de confiança alto, a ponto de esnobar preocupações “menores” da atriz Jessica Alba, como o ataque de um gorila, uma garota possuída, extraterrestres e zumbis.

A campanha possui ainda um canal no YouTube que dá sequência ao comercial, mostrando outras nove situações de perigo, como o ataque de morcegos, todas ignoradas pelo personagem, que parece mais preocupado em demostrar toda sua confiança para a atriz. No último filme, que só pode ser acessado após a resolução de uma charada, a grande surpresa: Jessica contracena com Jefferson, conhecido pelo vídeo caseiro que se tornou viral “Para nossa alegria”.

Além do filme para a TV a campanha pode ser vista em mais versões no canal da marca no YouTube. As cenas do comercial foram realizadas no Canadá pela Dinamo Filmes com finalização da Tribbo. Já a extensão para a versão online ficaram a cargo da Santa que produziu dez mini-roteiros sob a direção de Gustavo Gripe.  

wraps

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”