Conar volta à ativa e adverte McDonald’s

Buscar
pink background with vintage texture
Publicidade

Conar volta à ativa e adverte McDonald’s

Na primeira reunião de 2017, conselho de ética pune rede de fast food por ação feita com youtubers no ano passado

Bárbara Sacchitiello
17 de fevereiro de 2017 - 15h32

SuperMario-Mc

Brindes do McLance Feliz deram origem à abertura da ação (Crédito: Divulgação)

Nessa quinta-feira, 16 o Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) realizou a primeira reunião do Conselho de Ética no ano, abrindo oficialmente o calendário da entidade em 2017.

Dessa primeira reunião dos conselheiros, o destaque a sentença de um processo aberto contra o McDonald’s ainda em meados de 2016. Por algumas questões da avaliação, o prazo para o julgamento acabou se estendendo, sendo concluído somente nesta semana.

O alvo do Conar foi uma ação realizada pela rede de fast food no ano passado com três canais do YouTube: Gameblast TV, Victor Soares e Garotas Geeks. Na ocasião, o McDonald’s enviou os brindes do McLanche Feliz para os autores desses canais, que, posteriormente, publicaram vídeos de unboxing (algo comum entre os youtubers, em que o autor desembala algum produto ou embalagem para mostrar o conteúdo à sua audiência).

O conselho de ética do Conar determinou que os vídeos postados nos três canais devem ser retirados do Conar e ainda advertiu o McDonald’s pela ação.

Embora a prática de unboxing não seja condenada pelo Conar, o que levou o órgão a tomar a decisão foi o fato de os vídeos dos youtubers não serem identificados como uma ação publicitária, mas, mesmo assim, fazerem apologia direta a compra do produto.

Em sua defesa no processo o McDonald’s argumentou que tais vídeos não poderiam ser considerados como uma ação publicitária porque a marca não pagou nada para os youtubers, enviando somente os brindes, sem nenhuma obrigação de eles veicularem qualquer tipo de conteúdo a respeito.

Mesmo assim, o Conar avaliou que o teor de propaganda dos vídeos poderia induzir o público, sobretudo às crianças, a ter interesse em consumir o produto. Dessa maneira, o órgão irá notificar os youtubers e os anunciantes até o início da próxima semana. Assim que receberem a notificação, os vídeos e conteúdos relacionados aos brinquedos do McLanche Feliz deverão ser retirados do ar.

 

 

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Conar

  • McDonalds

  • Brindes

  • Influenciadores

  • Mc Lanche Feliz

  • youtubers

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”