Salve Tribal terá copresidência e novo nome

Buscar

Comunicação

Publicidade

Salve Tribal terá copresidência e novo nome

Carlos Pitchu ganha a parceria de Carlos Fonseca no comando da operação; agência passa a usar apenas a marca internacional Tribal

Bárbara Sacchitiello
27 de novembro de 2017 - 8h14

Carlos Pitchu (à esq.) dividirá a presidência da agência com Carlos Fonseca (Crédito: Divulgação)

Em fevereiro deste ano, três movimentos internos do Grupo ABC originaram uma operação que tinha como objetivo implementar um novo tipo de entrega de soluções digitais aos clientes. O primeiro deles foi a junção das operações da Salve com a LDC, duas agências do portfólio do grupo. O segundo foi a importação da marca internacional Tribal Worldwide, rede de agências digitais do Grupo Omnicom e, o terceiro passo, foi a escolha de um dos mais altos executivos do grupo (Alcir Gomes Leite, que, na época, liderava a LDC) para coordenar os primeiros passos da Salve Tribal Worldwide e assegurar que as principais expertises de cada um dos lados fosse preservados e potencializado na nova operação.

Dez meses depois, o Grupo ABC concluiu que boa parte dessa missão já foi cumprida e que a operação possui musculatura para caminhar e dar prosseguimento a sua estratégia de crescimento de outra forma. A partir de janeiro de 2018, Alcir deixa o cotidiano da agência para se dedicar a outras funções dentro do grupo – entre elas, a gestão da Tamboré, a nova operação in-house da DM9 criada para o Walmart, que iniciará oficialmente suas atividades neste mês de dezembro.

“Os maiores comprometimentos que um líder pode ter é com as pessoas da equipe e com o sucesso geral da operação e saio muito satisfeito ao ver como isso foi desenrolado na agência. A consolidação do Pitchu como líder da Tribal e a chegada do Carlos, para trazer uma visão criativa, são sinais claros do sucesso da missão. Continuarei participando das reuniões do conselho e ajudando-os pontualmente, com negócios de alguns clientes. Estou muito feliz de ver como conseguimos reunir talentos e deixar os dois ‘Carlos’ conduzindo uma gestão estruturada”, analisa Alcir.

Com a saída do executivo, Carlos Pitchu, que tinha a função de CEO da Salve Tribal e já liderava a operação junto com Alcir, continua no comando da agência, porém, com um novo parceiro. O profissional dividirá a presidência com Carlos Fonseca, que passou os últimos quatro anos à frente da criação da R/GA. “A primeira etapa da agência, que consistia na estabilização da empresa e na garantia de segurança aos colaboradores, à equipe e, principalmente, aos clientes, foi cumprida brilhantemente pelo Alcir. Esse processo foi desafiador não somente pela fusão das duas agências como pela consolidação de uma expertise internacional dentro do negócio”, comenta Guga Valente, CEO do Grupo ABC.

Além da saída de Alcir – que ainda supervisionará os negócios da agência como membro do conselho – o ano de 2018 será marcado por outra mudança. A operação deixa a nomenclatura “Salve” de lado e passa a assinar somente como Tribal Brasil. “Queremos afirmar nosso compromisso e proximidade com a rede, que precisa ter sua marca mais conhecida do Brasil. O trabalho que a Salve faz no mundo é muito interessante e iremos, a partir do próximo anos, liderar iniciativas globais com outros escritórios da Tribal pelo mundo”, comenta Carlos Pitchu, copresidente da operação.

Com novos nome e liderança, a agência pretende, no próximo ano, dar os próximos passos mantendo algo que já conseguiu imprimir em seu estilo, na opinião de Pitchu. “Conseguimos, de forma rápida, construir um mix de comunicação integrado e variado para nossos clientes. Marcas que tinham uma grande concentração de mídia no off-line passaram a utilizar mais o online e vice-versa. Saímos vitoriosos na concorrência digital do Santander e isso representou a maneira como conseguimos, em pouco tempo, unir as especialidades da Salve com as da LDC e a visão inovadora da Tribal com o máximo de sucesso”, avalia.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • LDC

  • Salve Tribal Worldwide

  • Carlos Fonseca

  • Tribal Brasil

  • Carlos Pitchu

  • Alcir Gomes Leite

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”