Wave Festival reforça vocação de prévia de Cannes

Buscar

Comunicação

Publicidade

Wave Festival reforça vocação de prévia de Cannes

Festival também muda para propiciar ambiente de networking entre criativos líderes da América Latina e do mercado hispano dos Estados Unidos

Teresa Levin
28 de fevereiro de 2018 - 10h43

Wave Festival passará a ser realizado em maio (Crédito: Eduardo Lopes/ Imagem Paulista)

Um novo formato, uma nova data e uma nova casa. Assim será em 2018 o Wave Festival in Rio, o Festival Latino-Americano de Criatividade. Realizado há dez anos em abril, o evento muda para o mês de maio, para reforçar sua vocação de ser uma prévia efetiva do Cannes Lions. Com isso, este ano ele será realizado entre os dias 21 e 23 de maio no hotel Grand Hyatt, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. A mudança de local vem para acompanhar o novo formato do festival. Realizado até 2017 no Copacabana Palace, o Wave dividia sua agenda entre a premiação dos melhores cases criativos da América Latina e do mercado hispano dos Estados Unidos e um programa de seminários. A partir deste ano, a premiação permanece, renovada, mas o foco do evento passa a ser o de estabelecer um ambiente propício aos criativos convidados para troca de ideias e networking. Assim passa a ser um evento exclusivo para jurados e patrocinadores.

As mudanças vêm após uma avaliação da primeira década do Wave Festival, feita especialmente a partir de um retorno dos jurados que participaram de edições anteriores. Enquanto em Cannes os julgamentos são tensos, cercados de competitividade e cobrança das redes, no Wave o espírito é outro, explica Marcelo de Salles Gomes, vice-presidente executivo do Meio & Mensagem. “Os jurados vêm mais abertos, para conhecer outros criativos da região, trocar experiências, com um clima de cordialidade, amizade”, fala. A partir daí, surgiu o insight de aproveitar no Wave a experiência de sucesso em outros dois eventos promovidos pelo Grupo M&M: o Marketing Network Brasil, voltado aos profissionais de marketing, e o Mídia Master Brasil, destinado aos principais mídias do País. “A ideia é fazer algo similar com os criativos, que replique o clima de integração que já conseguimos com estes dois outros eventos. Então, em vez de fazer um júri corrido, estamos investindo na interação entre eles, no network, na troca de experiências”, frisa Marcelo. Com este novo foco, algumas mudanças vieram a reboque, como um maior número de jurados, que este ano chegará a 70, sendo a maioria deles estrangeiros.

Premiação

A premiação também terá mudanças e a partir deste ano contará com 18 categorias (veja explicação sobre todas elas mais abaixo), com o lançamento das competições de Media, Social & Influencer e Industry Craft. Acompanhando a nova organização do Cannes Lions, algumas áreas tiveram seus nomes alterados: Promo passa a se chamar Brand Experience & Activation; Press passa a ser Print & Publishing; Green muda para Social Change; e Cyber se divide em Digital e Digital Craft. Os nomes das categorias em cada área também foram alterados para o inglês. Outra novidade fica por conta de um prêmio que será entregue à Holding do Ano, criado para a edição de 2018.

Já a mudança de data visa adequação ao próprio calendário de inscrições em festivais das principais agências da região, que têm em Cannes seu marco principal. “A ideia é dar mais chance para as peças latinas terem visibilidade. Ganhando um prêmio em um festival de criativos, elas já chegam a Cannes carimbadas, já terão passado pelo crivo da região”, explica Marcelo. Com a realização do evento em abril, o Festival recebia inscrições que já haviam sido premiadas no ano anterior em Cannes, fugindo do foco pretendido pelo Wave desde sua criação: antecipar os favoritos latinos aos Leões do festival francês.

Seguindo este objetivo, há ainda uma mudança no formato das inscrições. Antes com um deadline único, agora o Wave contará com dois prazos diferentes. Até o dia 27 de abril, poderão serem inscritas peças com os mesmos valores de 2017. Um segundo deadline foi criado: os trabalhos também podem ser inscritos até 7 de maio, mas aí com uma taxa de processamento de urgência. “Mudamos para maio para termos a grande maioria das peças que vão concorrer em Cannes inscrita no Wave”, reforça o vice-presidente executivo do Meio & Mensagem.

Nova configuração 
Saiba mais sobre como estão organizadas as 18 áreas da premiação em 2018

Blue Wave – Criada para celebrar a grande ideia do ano, premia trabalhos disruptivos e inovadores.

Brand Experience & Activation – Antes chamada Promo, a área celebra a criatividade por meio do uso de design de experiência, ativação, imersão, varejo e engajamento de clientes em 360°.

Branded Content & EntertaiNment – Focada na criatividade de narrativas de marcas que conseguem transferir seus valores e propósitos para um conteúdo com alto poder de relevância, envolvimento e engajamento da audiência.

Design – Prestigia trabalhos em que o design é usado para definir a marca ou comunicar suas mensagens centrais e ainda aqueles em que uma identidade visual única leva à compreensão do consumidor.

Digital – Antes chamada de Cyber, muda de nome acompanhando a nova organização do Cannes Lions. Premia trabalhos que são destaques pela criatividade no ambiente digital.

Digital Craft – Celebra a criatividade tecnológica e, para isso, a ideia é premiar trabalhos que demonstrem forma e função excepcional em um contexto digital.

Direct – Premia a criatividade impulsionada pela resposta e criação de relacionamento.

Film – Prestigia a criatividade da imagem em movimento. O júri buscará trabalhos que tragam um storytelling brilhante destinado a uma tela, o melhor conteúdo filmado criado para TV, cinema, online e experiências out-of-home.

Film Craft – Área destinada a premiar a arte na tela, prestigiando a produção, os filmes excepcionais que por conta da habilidade técnica e a proeza na produção elevaram uma ideia ou melhoraram drasticamente sua execução.

Industry Craft – Nova categoria no Wave Festival, vai prestigiar o craft de mídias como Print, Outdoor e Design.

Media – Também estreando no festival, surge após o encerramento do Prêmio Maximídia para reconhecer trabalhos que são aprimorados e ampliados por uma estratégia de canal que muda o jogo.

Mobile – Celebra a criatividade impulsionada pelo dispositivo móvel, premia trabalhos onde o ambiente mobile é parte integrante da ideia e permite aspectos-­chave da execução.

Outdoor – Prestigia a criatividade out-of-home, trabalhos que aproveitam espaços públicos para transmitir uma mensagem ou inserir os consumidores em uma experiência de marca.

PR – Premia a criatividade que cultiva relações com terceiros, ações que mudam percepções e comportamentos para proteger e melhorar a reputação e os negócios de uma organização ou marca.

Print & Publishing – Antes denominada Press, muda de nome para seguir a nomenclatura adotada pelo Cannes Lions. Celebra a criatividade em circulação, ideias que saem da página.

Radio & Audio – Destinada à criatividade conectada ao som, trabalhos que comunicam uma mensagem de marca por meio da  – excelência de áudio, inovação sonora ou narrativa auditiva superior.

Social & Influencer – Antes dentro de Cyber, passa a ser uma categoria independente para reconhecer soluções criativas de social e marketing estratégico utilizando influencers.

Social Change – A área antes chamada de Green premia ideias que ajudam a melhorar o mundo em que vivemos, com criatividade conectada a uma ideia sustentável, de mudança da sociedade ou que levante questões sociais ou ambientais capazes de gerar mobilização.

 

*crédito da imagem no topo: Eugênio Goulart

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Marcelo de Salles Gomes

  • Meio & Mensagem

  • Wave Festival

  • Criação

  • premiacao

  • prêmios

  • Criativos

  • Festivais

  • Wave

  • networking

  • Wave Festival

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”