>>>>LINK >>> >>>ID >>

A despedida de Sorrell: “WPP será sempre meu bebê”

Buscar

Comunicação

Publicidade

A despedida de Sorrell: “WPP será sempre meu bebê”

Aos 73 anos, empresário deixa o grupo ao qual se dedicou nos últimos 33 anos e transformou na maior holding global de agências


14 de abril de 2018 - 22h11

Neste sábado, 14 de abril, o executivo mais importante da indústria global de comunicação e marketing se despediu do grupo que construiu nos últimos 33 anos e transformou na maior holding global de agências de publicidade e empresas de serviços de marketing.

Aos 73 anos de idade, Martin Sorrell deixou o posto de CEO do WPP, após conclusão de uma investigação sobre “má conduta”. Aos funcionários do grupo, Sorrell distribuiu a seguinte carta de despedida.

Para todos no WPP

Nos últimos 33 anos, passei todos os dias pensando sobre o futuro do WPP.

Ao longo dessas décadas, nossa família cresceu e prosperou.

Nós adquirimos a J. Walter Thompson, Ogilvy, Young & Rubicam, Grey, 24/7 Real Media, Taylor Nelson Sofres, entre tantas outras. Criamos o GroupM, incluindo Xaxis e Essence.

Nós colocamos o foco na Ásia-Pacífico, América Latina, África e Oriente Médio e Europa Central e Oriental, regiões que são a casa do próximo bilhão de consumidores. Embarcamos no desenvolvimento das capacidades digitais, na evolução de um atendimento integrado aos clientes e na abordagem centrada em cada país.

Nossa holding foi reconhecida como a melhor e mais eficiente do mundo através do Cannes Lions e do Effie Awards, ano após ano.

Fomos pioneiros com o Atticus Awards para reconhecer as ideias originais… com o WPP Fellowship Awards para reconhecer talentos promissores…. com o Partnership and Practice Awards para os cases integrados endossados pelos clientes.

Nossas Stream Digital Conferences têm atraído os melhores negócios digitais por mais de uma década.

Nossos Relatórios Anuais de Sustentabilidade e Pro Bono destacam o trabalho exclusivo de política social, ambiental e pública que fazemos todos os dias.

Olhando para frente, vejo que a atual perturbação que estamos enfrentando coloca muita pressão desnecessária sobre o negócio, nossos mais de 200 mil colaboradores e seus cerca de 500 mil dependentes e os clientes que atendemos em 112 países.

É por isso que decidi que, no seu interesse, no interesse de nossos clientes, no interesse de todos os acionistas, tanto grandes como pequenos, e no interesse de todos os outros interessados, é melhor eu me afastar.

Temos um plano de sucessão vigente por algum tempo. Uma nova geração de gestores, liderada por Mark Read e Andrew Scott (que já estão no WPP há aproximadamente 20 anos), bem qualificada e experiente na opinião do Conselho, para lidar com as oportunidades e desafios geográficos e tecnológicos que nossa indústria enfrenta.

Nós resistimos a tempestades difíceis no passado. E nossos colaboradores altamente talentosos sempre venceram, sempre.

Ninguém, seja concorrente direto ou recém-criado, pode vencer a equipe do WPP, contanto que vocês trabalhem em conjunto, seja por cliente e/ou por país ou digitalmente.

Nas próximas semanas, estarei disponível à diretoria e a qualquer um de vocês, caso desejem ajuda com qualquer coisa, em qualquer lugar. Sentirei muito a falta de todos. Vocês me deram tanto entusiasmo e energia que eu queria agradecer por tudo que fizeram e farão pelo WPP e por mim.

Como alguns de vocês sabem, minha família expandiu recentemente, mas o WPP também sempre será meu bebê.

Como fundador, posso dizer que o WPP não é apenas uma questão de vida ou morte. Sempre foi, é e será mais importante do que isso. Boa sorte e fiquem com Deus… agora “Back to the Future”.

Obrigado.

*Crédito da foto superior: Wikipedia Commons

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”