>>>>LINK >>> >>>ID >>

“Precisamos retomar o respeito sobre nossa atividade”

Buscar

Comunicação

Publicidade

“Precisamos retomar o respeito sobre nossa atividade”

Mario D'Andrea, presidente da Abap, comenta sobre o guia de compliance que a entidade encomendou à Fundação Dom Cabral, que será lançado no segundo semestre

Isabella Lessa
16 de abril de 2018 - 11h52

Roberto Sagot, diretor executivo da Fundação Dom Cabral, e Mario D’Andrea, presidente da Abap (Crédito: Divulgação)

A Associação Brasileira de Agências de Publicidade (Abap) contratou a Fundação Dom Cabral para estruturar um Protocolo de Boas Práticas e Compliance para as agências de publicidade e elaborar Guia/Manual para a aplicação nas empresas. Segundo Mario D’Andrea, presidente da Abap, as conversas em torno da iniciativa começaram assim que ele assumiu seu mandato, há um ano. O objetivo do projeto, conta ele, é fazer com que o mercado publicitário esteja alinhado com a crescente preocupação em torno do tema compliance e, principalmente, comprovar a importância do setor enquanto gerador de riquezas para as marcas e, consequentemente, para a economia de maneira mais ampla.

“Durante algum tempo, o mercado perdeu-se em discussões, sobre o que é ou não criativo, etc. Precisamos retomar a seriedade e o respeito sobre nossa atividade. As multinacionais e os grupos que detêm grandes agências já têm suas regras. Mas queremos deixar isso claro para todas as agências do nosso mercado para que possam aplicar os processos necessários no dia a dia”, afirma D’Andrea.

No momento, um grupo de representantes da Abap, entre eles Edu Simon, CEO da DPZ&T, Marcos Quintela, presidente do Grupo Newcomm, e Gal Barradas, ex-sócia e CEO da BETC/Havas, está trabalhando com os técnicos da FDC para esmiuçar as especifidades da atividade publicitária e possibilitar, assim, a elaboração do Protocolo e, posteriormente, do Guia.

Para D’Andrea, as regras contidas no guia esclarecerão a boa conduta das agências interna e externamente, permitindo que todas as associadas da Abap estejam na “mesma página” e corram menos riscos. “Tenho o sonho de que essas boas práticas sejam requisito básico para grandes concorrências, assim como ocorre com a exigência da apresentação das certidões negativas de débito“, diz. O material irá dar clareza tanto ao procedimento para prestações de serviços não especificados quanto a assuntos como a liberação de verbas nas agências, além de protegê-las de atos ilegais por partes de terceiros, coibir fraudes e situações irregulares.

O lançamento do Protocolo de Boas Práticas e Compliance está previsto para o segundo semestre deste ano. A Abap irá distribuir gratuitamente o documento a todas as agências associadas para que cada uma implante as práticas do dia a dia de suas operações.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Abap

  • compliance

  • Fundação Dom Cabral

  • Mario D’Andrea

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”