Após 20 anos, Gilberto Leifert deixa presidência do Conar

Buscar

Comunicação

Publicidade

Após 20 anos, Gilberto Leifert deixa presidência do Conar

Novo presidente da entidade serpa João Luiz Faria Netto, que encabeça chapa única para disputar as próximas eleições

Bárbara Sacchitiello
2 de julho de 2018 - 14h37

Gilberto Leifert presidiu os trabalhos do Conar por 20 anos (Crédito: Arquivo M&M)

Após uma sucessão de mandatos que resultaram em uma gestão de 20 anos, Gilberto Leifert se prepara para deixar a presidência do Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar). Embora o mandato de Leifert termine neste mês de julho, ele aproveitou uma das reuniões do Conar, realizada em junho, para fazer seu discurso de despedida.

“Tenho imensa gratidão pelo empenho de vocês e de todos os demais conselheiros que trabalharam de forma generosa e competente em prol da ética publicitária. Ao me despedir do conselho de ética, reafirmo: não há honra maior na publicidade do que ter exercido esta presidência junto com vocês, estes anos todos”, destacou o profissional.

O futuro presidente será o advogado João Luiz Faria Netto, que encabeça chapa única e já participa da atual diretoria, no posto de diretor de assuntos legais. Consultado pela reportagem, o Conar informou que, embora a chapa única já tenha sido oficialmente registrada, o órgão não pode confirmar quem são seus integrantes e que a eleição é restrita a cerca de 20 votantes indicados pelas seis entidades fundadoras do Conselho.

Tendo assumido a presidência do Conar em 1998, Gilberto Leifert foi responsável pelas principais atualizações das regras de autorregulamentação vigentes na publicidade brasileira. Em paralelo às atividades no conselho, Leifert também ocupou, até junho do ano passado, o cargo de diretor de relações com o mercado da Rede Globo, emissora na qual se aposentou após 30 anos de atividades. Pelas regras do Conar, Leifert continua como membro nato do conselho superior da entidade, podendo ser consultado — e tendo direito a voto — nas decisões mais importantes que envolverem o órgão.

 

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Publicidade

  • Conar

  • Executivos

  • Gilberto Leifert

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”