Cinco agências disputam verba do Banco do Brasil

Buscar

Comunicação

Publicidade

Cinco agências disputam verba do Banco do Brasil

Heads, NBS e WMcCann, Lew’Lara\TBWA e Master disputam a verba de R$ 500 milhões do banco; quatro agências serão escolhidas


2 de agosto de 2018 - 15h26

(Crédito: Reprodução)

Quase dois meses depois de ter reaberto o processo de concorrência que definirá suas novas agências de publicidade, o Banco do Brasil já tem os nomes das cinco finalistas que disputarão a verba de R$ 500 milhões.

Heads, NBS e WMcCann – além de Lew’Lara\TBWA e Master, atuais detentoras da conta publicitária do banco – entregaram os envelopes para a disputa, formalizando seu interesse na concorrência. Pelo edital, quatro agências serão escolhidas para administrar a verba de comunicação e o contrato com as empresas poderá ser renovado por um período de até cinco anos.

O atual edital do Banco do Brasil foi reformulado após a licitação anterior, aberta no ano passado, ter sido cancelada por suspeita de fraude. Dessa vez, a instituição financeira estabeleceu novas regras e conta com uma auditoria externa para fiscalizar todo o processo. No ano passado, a concorrência foi cancelada quando o jornal Folha de S.Paulo obteve, antecipadamente, a informação da vitória da Multi Solution, uma das participantes da concorrência. Por conta do vazamento prévio da informação, o edital foi cancelado em maio de 2017.

Esse novo processo, no entanto, não está isento de polêmicas. Em julho, a Associação Brasileira de Agências de Publicidade (Abap) entrou com um pedido de impugnação da concorrência do Banco do Brasil com o argumento de que alguns itens do edital eram ilegais. O principal questionamento da Abap era a regra que estipulava que apenas agências com patrimônio líquido anual de 12,5 milhões poderiam participar do processo. Segundo a Abap, tal regra impediria que a maior parte das agências nacionais tivessem acesso à concorrência.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • concorrência

  • Lew'Lara\TBWA

  • Heads

  • WMccann

  • NBS

  • Banco do Brasil

  • Master

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”