Para acompanhar mercado, Grupo de Atendimento muda nome

Buscar

Comunicação

Publicidade

Para acompanhar mercado, Grupo de Atendimento muda nome

Ideia da associação é preparar os profissionais para as atividades de gestão, liderança e para um entendimento cada vez mais amplo das mídias digitais que a atividade exige

Bárbara Sacchitiello
12 de novembro de 2018 - 13h20

(Crédito: Reprodução)

Há cinco anos, quando iniciou sua atuação como uma entidade para ajudar a capacitar e a aprimorar a qualificações dos profissionais de atendimento, a atividade tinha atribuições diferentes das atuais. Com a evolução da tecnologia e a maior demanda, por parte dos anunciantes, de ações de comunicação mais precisas e inovadoras, a função do profissional que faz o elo entre as marcas e agências vem ganhando atributos cada vez mais desafiadores.

Na tentativa de se ajustar a essa constante evolução e preparar os profissionais para exercerem as novas atribuições que surgem continuamente, o Grupo de Atendimento passa por uma reformulação que engloba a mudança de seu nome e uma expansão de sua atuação. A associação passa a usar o nome de Grupo de Atendimento & Negócios, para refletir o entendimento e a postura que os profissionais tem de ter.

“Já há algum tempo é bastante comum ouvirmos que o profissionais de atendimento precisa entender sobre o negócio dos clientes, Na verdade, o contexto de atuação do atendimento é bem mais amplo do que isso e abrange compreensão de gestão, aplicação de princípios de liderança, entendimento de contextos e desenvolvimento de negócios. Avaliamos isso e concluímos que a nomenclatura Grupo de Atendimento apequenava as propostas de atuação que possuímos para fazer com que essas pessoas tenham cada vez mais capacitação para executar um trabalho qualificado e imprescindível para a estrutura das agências”, explica Cris Pereira Heal, diretora executiva de clientes da FCB Brasil e vice-presidente da entidade.

Para apoiar a mudança, o Grupo de Atendimento & Negócios fez uma pesquisa, encomendada à PV Studio, para compreender melhor os anseios de profissionais do setor. Com a participação de mais de 220 profissionais, o estudo mostrou que 74% dos atendimentos acreditam que precisam compreender o digital de forma mais avançada e que 50% dos entrevistados acreditam que precisam se capacitar para desempenhar melhor as atividades do dia a dia.

Por ser uma área da qual provém muitos dos atuais líderes das agências de publicidade do País, o atendimento vem exigindo mais habilidades e preparo dos profissionais do setor, na opinião do presidente da associação, Robert Filshill, que também é diretor de atendimento da Mullen Lowe. Por isso, a entidade continuará focando sua atuação em atividades de capacitação dos atuantes na disciplina. “O Grupo de Atendimento & Negócios está preparando já para o próximo ano uma agenda de cursos, workshops, mentorias e encontros que focarão nos temas mais sensíveis a esses profissionais, como dados gestão, finanças, liderança e negócios. O momento está desafiador para todos os profissionais de comunicação, mas sem dúvida ele é mais delicado para o profissional de atendimento, porque as coisas acontecem com mais velocidade, obrigando-o a compreender melhor não apenas os negócios de seus clientes, como também os da própria agência”, ressalta Filshill.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Agencias

  • Carreira

  • Atendimento

  • Cris Pereira Heal

  • Grupo de Atendimento & Negócios

  • Robert Filshill

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”