Intel diminui entregas da in-house Agency Inside

Buscar

Comunicação

Publicidade

Intel diminui entregas da in-house Agency Inside

Com planos de focar mais o B2B, empresa reduz equipe criativa interna de 90 para 30 pessoas


3 de dezembro de 2018 - 6h00

Do Advertising Age

A Agency Inside, da Intel, um dos casos mais bem-sucedidos de agências in-house do mercado, será significativamente reduzida. De 90 pessoas, a agência terá 30, de acordo com o Ad Age.

O motivo é uma mudança de estratégia da companhia em direção a uma abordagem mais B2B e menos voltada ao consumidor final, o que a levou a cortar grande parte de time criativo. Na contramão do que têm feito outros anunciantes: em relatório recente, a Association of National Advertisers (ANA) aponta que 78% das empresas têm algum tipo de in-house. Em 2013, esse índice era de 58%.

O movimento poderia beneficiar as agências externas da Intel, como a McGarryBowen, responsável pela entrega criativa global da companhia, e a TBWA, que cuida do B2B.

A Agency Inside começou a funcionar em 2014 sob a liderança do então CMO Steve Fund, que na época tinha a missão de transformar a Intel, uma empresa de meio século, fabricante B2B de chips, em uma marca inovadora que soasse familiar aos consumidores. Os esforços do profissional, que incluíram campanhas para o Super Bowl explorando as novas tecnologias da empresa, foram bem-sucedidas e fizeram com que a empresa subisse em rankings como o das melhores marcas globais da Interbrand.

Há três anos, porém, Fund perdeu o posto de CMO e passou a cuidar de projetos especiais. A página de Linkedin do profissional indica que a trajetória dele na Intel acabou em julho. Sob sua liderança, no entanto, a in-house tornou-se uma das mais comentadas da indústria, conquistando o título de agência in-house do ano pelo Ad Age em 2017.

Michele Johnston Holthaus, vice-presidente senior e gerente geral de vendas e marketing, ocupou a função de CMO interina. Teresa Herd, diretora de criação global da Intel, cuida do dia a dia da Agency Inside.

“À medida que os complexos negócios da Intel continuam a permear mais produtos e indústrias, estamos recalibrando nossa estratégia de marketing para sermos mais focados em B2B. Como parte desta mudança na estratégia, estamos decididos a reduzir capabilities e evoluir o foco da nossa agência criativa interna, a Intel Agency Inside”, afirma a companhia em comunicado, acrescentando que as necessidades das empresas globais de tecnologia estão mudando, e que parte da equipe da in-house será mantida.

Neste ano, a companhia passou por algumas mudanças na liderança. O CEO Brian Krzanich renunciou ao cargo em junho após admitir que teve um relacionamento com uma funcionária, fato que é considerado uma violação na política da companhia. Enquanto a organização procura um novo líder, o CFO Robert Swan foi apontado como CEO interino.

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”