Um binóculo gigante de olho no Congresso Nacional

Buscar

Comunicação

Publicidade

Um binóculo gigante de olho no Congresso Nacional

Ação, que acontece nesta terça-feira, 12, em Brasília, foi criada pela Leo Burnett para o Poder do Voto

Teresa Levin
12 de fevereiro de 2019 - 14h29

BInóculo gigante é ação da Leo Burnett para Poder do Voto (Crédito: Divulgação)

Um binóculo laranja, com dimensões gigantescas: 15 metros de altura, por sete de largura. O curioso objeto foi instalado nesta terça-feira, 12, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, apontado para o Congresso Nacional. A ação tem criação da Leo Burnett e é uma iniciativa desenvolvida para o Poder do Voto, projeto que envolve um aplicativo que possibilita que o eleitor acompanhe seus deputados e senadores e ainda tenha um contato direto com eles.

“Quisemos fazer algo de grande impacto, em função do novo cenário que temos e, agora, com os presidentes da Câmara e do Senado definidos e a agenda política sendo iniciada”, explica Marcio Toscani, co-CEO e COO da Leo Burnett. A escolha do binóculo para simbolizar a campanha foi fácil, observa o executivo. “É um instrumento na vida das pessoas usado para vigiar todo mundo, uma coisa icônica”, fala, revelando que, por seu tamanho, o binóculo, que é inflável, teve que ser enchido em um campo de futebol.

Toscani lembra que o aplicativo Poder do Voto é um instrumento que traz esperança porque permite não só a fiscalização, mas a comunicação com os representantes eleitos. “Se fizer uma pesquisa, muitos não sabem em que votaram na última eleição. O app tem a função de mostrar como o deputado ou senador que votou está se comportando durante o mandato e ainda dá a possibilidade de falar com ele”, diz.

Apartidário e sem ligação com entidades políticas, o projeto é mantido apenas por doações de pessoas físicas e foi idealizado por Mario Mello, ex-diretor geral do PayPal para a América; Paulo Dalla Nora, empreendedor ligado à inovação em energia renovável, e Gustavo Castro, fundador do De Vivo, Whitaker e Castro Advogados.

*Crédito da foto no topo: Mike Fallarme/Pexels

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Marcio Toscani

  • Mario Mello

  • Paulo Dalla Nora

  • Gustavo Castro

  • PayPal

  • Leo Burnett

  • Poder do Voto

  • política

  • Campanhas

  • Congresso Nacional

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”