patrocínio »



“Fazíamos curtas com os cenários da publicidade”

O2 Filmes chega aos 20 anos: Andrea Barata Ribeiro anuncia projetos e relembra histórias

Felipe-Turlao| »

16 de Novembro de 2011 18:51

"A publicidade ajudou muito na retomada do cinema nacional", diz Andrea
+

"A publicidade ajudou muito na retomada do cinema nacional", diz Andrea Crédito: Arthur Nobre

“Dadinho é o c... . Meu nome agora é Zé Pequeno, p...”. A frase que entrou para a cultura popular brasileira é uma das principais lembranças de um filme que marcou uma geração.

Cidade de Deus foi um fruto nada ruim colhido pelo grupo de produtores que era conhecido pejorativamente como “os garotos da estética publicitária” e que, muitas vezes, aproveitavam os curtos períodos após as filmagens de comerciais para rodar curtas-metragens.

Com esta boa dose de ousadia, eles mudaram os rumos da O2 Filmes, que completa 20 anos em 2011, e do próprio mercado brasileiro de produção. Nascida para a publicidade, a produtora ainda tem 70% de suas receitas oriundas deste lado. Mas ela ajudou a acabar com o preconceito que separava a produção publicitária da produção para TV e cinema. Afinal, quantos anunciantes hoje não querem a grife de um diretor de cinema em seus comerciais? Esse cenário já foi bem diferente, como conta nesta entrevista a sócia e produtora Andrea Barata Ribeiro.

A produtora e sócia da O2 Filmes atuava na pioneira Olhar Eletrônico quando foi convidada por Fernando Meirelles e Paulo Morelli, ex-sócios da mesma empresa, a assumir sociedade da recém-criada O2, em 1991.

Confira ao final da página entrevista concedida à TV Meio&Mensagem.

tags

»
comments powered by Disqus