Burson-Marsteller tem nova CEO

Buscar

Acontece no meio

Publicidade

Burson-Marsteller tem nova CEO

Patrícia Ávila substituirá Francisco Carvalho que, após 11 anos no comando da operação brasileira, passa a ocupar o mesmo cargo para a América Latina


20 de abril de 2017 - 17h38

Patrícia Ávila (crédito: divulgação)

Patrícia Ávila (crédito: divulgação)

A Burson-Marsteller anuncia Patrícia Ávila como CEO para o Brasil. A profissional substituirá Francisco Carvalho que, após 11 anos no comando da operação brasileira, passa a ocupar a posição de CEO para a América Latina.  “Patrícia é uma das profissionais mais talentosas com quem eu já trabalhei. Desde que chegou à Burson-Marsteller, em 2010, ela tem demonstrado um desempenho significativo como COO, liderando o processo de integração das nossas práticas e serviços de comunicação e buscando incansavelmente a melhoria constante de nosso produto final e a satisfação de nossos clientes”, disse Francisco Carvalho, em nota oficial.

Formada em letras com habilitação em alemão e inglês pela Universidade de São Paulo e pós-graduada em comunicação pela Escola Superior de Propaganda e Marketing, Patrícia Ávila reúne passagens pela McKinsey & Company, Booz & Co, Promon, Siemens, Basf, CPM e Prosegur. Recentemente, assumiu a diretoria de inovação e desenvolvimento de mercado da Abracom.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Francisco Carvalho

  • Patrícia Ávila

  • Abracom

  • Basf

  • Booz & Co

  • Burson-Marsteller

  • CPM

  • McKinsey & Company

  • Promon

  • Prosegur

  • Siemens

  • Burson-Marsteller

  • Patrícia Ávila

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”