Baby boomers são incompreendidos pelas marcas

Buscar

Marketing

Publicidade

Baby boomers são incompreendidos pelas marcas

A constatação é do estudo realizado no Brasil pela Survey Sampling International


31 de janeiro de 2017 - 9h07

Os varejistas brasileiros estão seguindo os passos dos norte-americanos ao depositarem seus esforços na conquista de clientes mais jovens, negligenciando os chamados baby boomers, aqueles nascidos entre 1946 e 1964. A constatação é do estudo Deeply Devoted, realizado pela Survey Sampling International, em nome da agência ICLP, com 756 consumidores brasileiros de mais de 53 anos, durante o ano passado.

“Em um momento difícil, inclusive para marcas mais conceituadas, muitos varejistas estão dobrando seus esforços para atrair compradores millennials em suas lojas e em seus sites. Isso vem às custas dos baby boomers, que tendem a ser mais ricos, mas exigem o mesmo nível de atenção que os millennials para manterem-se fiéis”, disse Danilo Vasconcelos, diretor-geral da ICLP no Brasil, em nota oficial.

Fato é, que segundo a pesquisa, os baby boomers reclamam de serem esquecidos, não reconhecidos e não recompensados por suas marcas favoritas. Dessa maneira, 13% desses clientes mais velhos acreditam que os varejistas estão investindo tempo para conhecê-los e entender melhor o que desejam, enquanto esse número mais que dobrou entre os millennials.

Além disso, um em cada cinco baby boomers se sentem valorizados, em relação a mais de um em cada três millennials, em termos de confiabilidade e respeito. Apenas 16% do público de mais idade acreditam que suas marcas favoritas fazem recomendações relevantes sobre produtos e serviços interessantes, contra 35% dos jovens.

Uma vez, que de acordo com o estudo, 77% dos entrevistados disseram que comprariam mais se seus varejistas compreendessem melhor suas necessidades e exigências, cabe as marcas investirem mais nos baby boomers para conquistarem um aumento nas vendas. “São os baby boomers que continuam a apoiar suas lojas de prestígio, mas também estão cada vez mais utilizando as novas tecnologias e comprando online – e muitas marcas ainda as ignoram. Os varejistas devem usar suas percepções baseadas em dados para criar uma estratégia significativa de marketing dirigida especificamente aos baby boomers”, finalizou Danilo Vasconcelos.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Baby Boomers

  • Consumo

  • marcas

  • millennials

  • varejo

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”

  • Rosangela

    Se precisarem de consultoria, sou Publicitária e estudante de Gerontologia.