Por que não há Milka Made in Brazil?

Buscar

Marketing

Publicidade

Por que não há Milka Made in Brazil?

Na Argentina, a ex-presidente Cristina Kirchner se dedicou pessoalmente a levar a marca da Mondelēz

Luiz Gustavo Pacete
12 de julho de 2017 - 7h41

 

A presidente Cristina Kirchner se esforçou pessoalmente em ter uma fábrica da marca na Argentina (Crédito: Reprodução)

Juntamente com Lindt e Oreo, a marca de chocolates Milka, que pertence ao portfólio da Mondelēz, é uma das mais procuradas em lojas de Duty Free. A ausência do produto nas prateleiras brasileiras (ele é encontrado, mas na versão importada da Europa), gera, com alguma frequência, questionamentos sobre o motivo de o chocolate da vaca roxa não ser produzido em terras brasileiras.

O tema chega a ser motivo de queixas no site Reclame Aqui. “Desde pequena, o Milka com avelã é meu chocolate favorito. Acabei de regressar de uma viagem à Europa e aproveitei para comprar alguns, já que não acho mais no Brasil. Estou aqui para reclamar da falta do chocolate e pedir que volte a ser vendido”, diz um dos comentários na plataforma.

Diferentemente do Brasil, a Argentina possui uma fábrica de Milka desde 2012. A chegada da marca por lá, na época, pelas mãos da Kraft Foods, foi um esforço pessoal da presidente Cristina Kirchner que, em vários momentos, apareceu em fotos com o produto e também na linha de produção. Até mesmo alfajores da marca são produzidos e vendidos no mercado argentino. No Brasil, a Kraft já fabricou e vendeu os produtos Milka em um período anterior a 2010.

O motivo pelo qual o produto não volta a ser distribuído e fabricado no Brasil nunca foi detalhado pela fabricante. Ao Meio & Mensagem, Augusto Lemos, general manager da Mondelēz Brasil, afirma que, apesar de Milka ser uma das marcas mais importantes do portfólio da empresa no mundo, por aqui, Lacta é um case de sucesso e, neste momento, é o foco da empresa.

Em maio, a Mondelēz reposicionou Lacta e a destacou como marca guarda-chuva. “A partir de agora, consolidamos Lacta como uma marca que representa a principal categoria para a companhia no Brasil e no mundo”, disse Lemos, na ocasião. Apesar do foco em Lacta, a possibilidade de que Milka seja comercializado, ou até mesmo distribuído por aqui, não é remota. Em 2013, a Mondelēz trouxe de volta a marca Oreo que já ganhou versões em morango e baunilha e segue como uma marca estratégica para a empresa.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • chocolate

  • lacta

  • marketing

  • milka

  • mondelez

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”