Carnaval 2018: Rio projeta R$ 56 milhões em patrocínio

Buscar

Marketing

Publicidade

Carnaval 2018: Rio projeta R$ 56 milhões em patrocínio

Plano comercial apresentado pela Riotur prevê uma cota máster e outros 12 patrocinadores

Teresa Levin
21 de agosto de 2017 - 11h23

Carnaval de rua do Rio de Janeiro (crédito: Mario Tama/Getty Image)

Ambev, Dream Factory e Uber são as empresas até agora interessadas em patrocinar o carnaval de rua do Rio de Janeiro em 2018. A Riotur, empresa de turismo do município do Rio de Janeiro, realizou na última semana um chamamento público para receber as propostas dos possíveis patrocinadores. Por enquanto, apenas a Ambev está habilitada a patrocinar a festa. Com uma proposta de R$ 8,1 milhões para adquirir uma das cotas de R$ 8 milhões oferecidas, a companhia cumpriu todos os quesitos da modalidade “oferecimento do carnaval”. Parceira nos últimos oito anos do evento, a Dream Factory ofereceu R$ 74.392.949 por um período de três anos, mas, segundo fontes do Meio & Mensagem, sua proposta não deverá ser aceita por não se encaixar no projeto proposto neste momento pela Riotur, que envolve apenas o ano de 2018.

Já a Uber propôs um valor de R$ 10 milhões para patrocinar o carnaval, mas vinculou sua oferta à Lei Rouanet. Como isso também não está previsto no projeto da empresa de turismo do município, provavelmente a marca terá que rever sua proposta para se adequar ao que está sendo pedido pelo chamamento. Tanto a oferta da Dream Factory, quanto a da Uber, ainda serão avaliadas pelo departamento jurídico da Riotur. O projeto comercial do carnaval de rua do Rio de Janeiro para 2018 prevê um patrocinador máster, com uma cota de R$ 20 milhões; dois patrocinadores com cotas de R$ 8 milhões; e outros dez com cotas de R$ 2 milhões. A Riotur está sendo presidida desde janeiro deste ano por Marcelo Alves, profissional com larga experiência no mercado de eventos, fundador do Grupo Adma Eventos, atual MA Entertainment Rio.

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”