Suíça: a pátria das marcas premium

Buscar

Marketing

Publicidade

Suíça: a pátria das marcas premium

O país de origem da primeira adversária do Brasil é sinônimo de relógio e chocolate, mas também berço de um dos maiores anunciantes do mundo: a Nestlé

Luiz Gustavo Pacete
17 de junho de 2018 - 0h00

Pouco mais de 8 milhões de habitantes. A pequena Suíça está em foco nos últimos dias por ser o primeiro adversário do Brasil na Copa da Rússia. O país, que está em sexto lugar no ranking da Fifa, guarda um histórico importante como nascedouro de grandes marcas e sinônimo de segmentos importantes como o de relógios e chocolates. É de lá que saiu a Nestlé, atualmente, um dos maiores anunciantes do mundo. Mas a Suíça possui dezenas de outras marcas de renome mundial além da fama de centro financeiro mundial.

O ranking The Brands, que destaca as 50 marcas mais fortes da Suíça, traz alguns nomes muito conhecido dos brasileiros. Em primeiro lugar, vem a Nescafé, que além de a mais famosa é a marca Suíça mais valiosa. Em seguida, vem a Roche, referência quando o tema é saúde em proporções mundiais e também a Novartis em quinto lugar. A Nestlé vem em seguida com 150 anos de história que começou com um produto base: a farinha láctea. Tem também a marca de relógios de luxo Rolex que é sinônimo de categoria. Além disso, outras marcas têm origem na Suíça como os chocolates Toblerone e Lindt, as marcas de relógio Tag Heuer.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • nestle

  • Rolex

  • Lindt

  • Tag Heuer

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”