>>>>LINK >>> >>>ID >>

A casa da Nike no coração de Moscou

Buscar

Marketing

Publicidade

A casa da Nike no coração de Moscou

Hubertus Hoyt, vice-presidente e general manager da marca na Europa, fala sobre as ações durante a Copa


20 de junho de 2018 - 8h48

Por Arthur Quezada, especial para o Meio & Mensagem, de Moscou

A Copa do Mundo é uma oportunidade de ouro para as marcas de diversos segmentos. Para a Nike, oriunda do esporte, isso se potencializa. A fabricante preparou uma estratégia diferente para impactar os seus consumidores em Moscou, capital da Rússia, palco da abertura e da final do torneio. A empresa, que não é parceria da Fifa, mas veste seleções, como a do Brasil, aposta na criação de um espaço que une cultura, interatividade, lazer, esportes e, claro, produtos.

O projeto BOX MSK consiste num espaço de ativação situado no Gorky Par — um dos principais parques da cidade, a 15 minutos da Praça Vermelha — que conta com quadras para prática de esportes, música ao vivo, espaços para dança de rua e videogames. Quem explica melhor essa estratégia é o vice-presidente e general manager da Nike na Europa Hubertus Hoyt.

Meio & Mensagem — Como a Nike se vê na Copa do Mundo?
Hubertus Hoyt — Na Nike fazemos tudo para servir atletas. Nestes dias, o futebol vai capturar o coração e a mente de consumidores pelo mundo todo. Essa é a nossa oportunidade de mostrar nossa marca nos melhores jogadores e nas melhores seleções, com o que há de mais moderno na inovação de produtos. Isso para poder ajudá-los em seus sonhos e seus objetivos.

M&M — Qual a ideia por trás do BOX MSK, voltado para o público mais jovem?
Hoyt — Inspiração e inovação é crucial para a Nike e nós também acreditamos que seja importante para jovens, meninos e meninas, porque os ajuda a perceberem seu potencial pela força do esporte. Acreditamos que para atingir a força positiva do esporte na juventude de hoje, precisamos recriar o esporte. Aqui podemos criar uma oportunidade para eles jogarem, brincarem e, o mais importante, para descobrirem seus sonhos.

M&M — Atingir o público jovem é o grande objetivo da Nike na Copa?
Hoyt — Nos últimos anos, pesquisas mostraram que crianças que começam muito novas no esporte vão melhor na escola e têm mais facilidade no cotidiano de suas vidas. Também sabemos que esportes urbanos ajudam a unir comunidades e culturas. As semanas que teremos aqui na Rússia e em todo mundo vão ser uma fonte imensa de energia positiva. Especialmente na Rússia, haverá milhares de jovens assistindo a sua primeira Copa do Mundo e vão se apaixonar pelo jogo mais bonito do mundo. Esse é o motivo da nossa presença aqui e estamos entusiasmados. Na Nike, falamos muito em conectar esporte e cultura. Acreditamos que nos próximos anos vamos capturar a imaginação dessa juventude, não só na Rússia, mas no mundo todo.

M&M — Qual a importância de patrocinar atletas e seleções na Copa do Mundo?
Hoyt — Essa nossa estratégia pode ser vista nas camisas das seleções. Os últimos designs, especialmente nos uniformes do Brasil, França e Nigéria, mostram nossa inovação e sabemos que conquistam os jovens pelo mundo. São produtos formidáveis para os jogadores, assim como nas ruas. Falando sobre jogadores, o mundo está ansioso e a espera dos nossos lançamentos para as seleções e para os melhores jogadores. Estamos muito orgulhosos que a maioria dos jogadores da Copa do Mundo escolherem usar chuteiras da Nike, em vez de qualquer outra marca. Vamos ajudá-los a atingirem o seu potencial máximo.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Ativações

  • copa

  • marketing

  • Nike

  • Rússia

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”