Copa das Marcas: Vivo lidera 5º (e último) jogo do Brasil

Buscar

Marketing

Publicidade

Copa das Marcas: Vivo lidera 5º (e último) jogo do Brasil

Após ocupar o segundo lugar em todas as partidas, operadora brasileira desbanca Guaraná Antarctica e McDonald’s, mais mencionados em outras partidas

Thaís Monteiro
10 de julho de 2018 - 14h32

Apesar do resultado da partida entre Brasil e Bélgica na sexta-feira, 6, não permitir a continuidade da seleção brasileira na Copa do Mundo Fifa 2018, foi uma empresa brasileira que ganhou o maior número de menções relacionadas a Copa ao seu perfil no Twitter durante o jogo, como mostra o levantamento* realizado pela Scup Social à pedido do Meio & Mensagem. A operadora Vivo, patrocinadora da CBF, recebeu 64,3% dos 23 mil tuítes. Essa partida também foi a que rendeu mais publicações entre todas que a seleção disputou. A maioria (60,8%) foi de teor neutro, 29,3% positivo e 9,7% negativo.

 

Vivo criou uma plataforma para explicar a letra do Hino Nacional, participou do clipe de “Pa Pum”, música do MC Kevinho para a Copa, fez campanhas com Gabriel Jesus e Paulinho e uma série com influenciadores para descobrir brasileiros inspiradores (crédito: Reprodução)

A Vivo permaneceu no segundo lugar no ranking das cinco marcas mais comentadas durante todos os jogos do Brasil nesta edição do mundial, atrás de Guaraná Antarctica (patrocinador da CBF) em três oportunidades, e McDonald’s (patrocinador da Fifa), no terceiro jogo. O refrigerante da Ambev trocou de posição com a Vivo — teve 23,6% das mensagens. Já o McDonald’s , que não apareceu no Top 5 no último jogo, ficou, no geral, em terceiro, com 6,4% das conversas. O quarto e quinto lugares ficaram com Coca-Cola (parceira da Fifa) e Brahma (patrocinadora das transmissões da Globo) com 2,9% e 2,8% das publicações, respectivamente.

O grupo de patrocinadores da CBF, portanto, ganhou o primeiro lugar (54,9%), enquanto os patrocinadores das transmissões da Globo, o segundo (35,4%). Os parceiros da Fifa ficaram com o terceiro posto (9,7%).

A operadora também ficou na liderança entre 3 e 5 de julho, período entre o último jogo do Brasil durante a fase de grupos e o jogo nas oitavas de final, posição que ocupa desde o terceiro jogo da seleção brasileira. Nesse período, foram publicados 9,5 mil comentários na rede social: 41,1% para Vivo; 30,5% para 3 Corações (parceira da CBF); 17,7% para Guaraná Antarctica; e 4,2% para Budweiser (patrocinadora da Fifa).

As posições dos grupos também se manteve: parceiros da CBF, com 63,4% dos comentários; patrocinadores da transmissão da Globo, com 22,9%; e da Fifa, com 13,7%.

As menções no Twitter durante os três dias somou 9,5 mil, bem menos que durante a partida contra a Bélgica (23 mil). O teor predominante nas postagens foi neutro (41,6%). Cerca de 37,7% tiveram teor negativo e 20,5% positivo.

*O levantamento considera apenas as informações coletadas pela Scup durante os jogos da seleção brasileira, logo, pode variar caso seja feito com outra plataforma ou sob o cruzamento de várias ferramentas

**Crédito da imagem no topo: Clive Rose/GettyImages

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • globo

  • budweiser

  • CBF

  • Fifa

  • coca-cola

  • mcdonalds

  • 3 corações

  • Brahma

  • Vivo

  • Guaraná Antarctica

  • Copa do Mundo Fifa 2018

  • Scup Social

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”