patrocínio »



Brasil e a 31 marca mais forte do mundo

País sobre dez posições em ranking da FutureBrand que avaliou a força da "marca" de 113 nações

Janaina Langsdorff| »

11 de Novembro de 2011 09:00

Qualidade de vida foi um dos critérios melhor avaliados sobre o Brasil
+

Qualidade de vida foi um dos critérios melhor avaliados sobre o Brasil Crédito: SXC

O Brasil passou da 41ª para a 31ª posição de um ranking com 113 países listados no Country Brand Index (CBI), relatório elaborado pela FutureBrand - consultoria pertencente à McCann Worldgroup - que mede a credibilidade da imagem do País no exterior. Com a escalada de dez posições, a “marca” Brasil registra o maior crescimento entre os 50 países que lideram a listagem. O único País à frente do Brasil entre os países da América Latina é a Costa Rica, que ocupa o 24º lugar.

A percepção dos estrangeiros sobre o Brasil obteve um desempenho positivo especialmente com relação à qualidade de vida, facilidade para geração de novos negócios e consciência ambiental. O turismo é outro critério avaliado pela FutureBrand, na qual o Brasil aparece como o segundo País com as melhores praias, perdendo somente para a Austrália, e como o terceiro no ranking de vida noturna, atrás de Estados Unidos e Grã-Bretanha. Entre os demais itens verificados pela pesquisa, estão: cultura, liberdade política, tolerância, sistema jurídico e liberdade de expressão.

Entre os Brics, a liderança é da Índia, que fica com a 29º posição, mas o relatório afirma que “o Brasil é a estrela em ascensão do grupo". A Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016, além do crescimento da economia, atraíram investidores e contribuíram para a valorização do real, cenário que explica a performance do Brasil.

A lista
Canadá, Suíça, Nova Zelândia, Japão, Austrália, Estados Unidos, Suécia, Finlândia, França e Itália são as dez marcas mais fortes, segundo o Country Brand Index (CBI), que reúne entrevistas feitas em julho desse ano com 3,5 mil turistas e empresários, além de dados de 102 especialistas e 14 pesquisas de mercado.

comments powered by Disqus