A nova MTV: TV paga e nome global

Buscar

Mídia

Publicidade

A nova MTV: TV paga e nome global

Canal deixará de ser licenciado pela Abril. Em outubro, ele será relançado pela Viacom, dona da marca, como plataforma para assinantes; grupo procura equipe e brand manager para a emissora

Lena Castellon
29 de julho de 2013 - 8h15

A Viacom International Media Networks (VIMN) anunciou nesta segunda-feira, 29, a transformação da MTV Brasil em uma plataforma de TV por assinatura que será 100% comandada pela corporação de origem americana. Com isso, a licença da marca, propriedade da Viacom, deixará de ser do Grupo Abril, que lançou o canal em outubro de 1990. Além de ressurgir como TV paga, o que se dará a partir de 1º de outubro, a emissora passará a adotar seu nome global. A palavra "Brasil" deixará o logo.

A estratégia de passar o canal para a televisão paga esteve em discussão por mais de um ano. “A gente vem acompanhando a evolução da TV paga no Brasil, que nos últimos cinco anos cresceu 200%. E o êxito de nossas marcas no mercado latino-americano nos mostrava que essa seria uma transição importante”, disse Sofia Ioannou, diretora-geral da VIMN Americas.

O presidente da Viacom International, Bob Bakish, reforçou, por meio de comunicado: "Estamos bem posicionados para conduzir a MTV a uma nova fase de crescimento". A expectativa da Viacom é relançar a MTV com adesão de cerca de 75% da base total de assinantes no Brasil (o que representa uma audiência de 53 milhões de pessoas, segundo a ABTA). Como TV aberta, a MTV tinha um alcance de 47,5 milhões de pessoas mensalmente, segundo dados da Abril.

Vagas abertas
O contrato de licenciamento da MTV para Abril tem validade até 2018, mas a companhia americana e o grupo brasileiro entraram em entendimento para que o controle da emissora passe para a Viacom no Brasil — os termos não são revelados. A Viacom está buscando funcionários para seu novo time, entre eles o brand manager, figura-chave do canal e que deverá ser anunciado em breve. Sofia disse que a procura é conduzida de modo neutro, sem a implicação de absorver o atual quadro funcional do canal. Além disso, a MTV deixará o famoso prédio da avenida Alfonso Bovero, que já foi sede das rádios Difusora e Tupi e da TV Tupi e está tombado pelo Condephaat, o conselho do patrimônio histórico. A emissora mudará para o mesmo endereço da Viacom.

A íntegra desta reportagem está publicada na edição 1570 de Meio & Mensagem, com data de 29 de julho, disponível para assinantes do jornal e da versão tablet (Android e iOS).

wraps

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”