Abril vende espólio da MTV à Spring

Buscar

Mídia

Publicidade

Abril vende espólio da MTV à Spring

Negociação da área de radiodifusão foi confirmada por Fábio Barbosa e aguarda análise do Ministério das Comunicações e do Cade

Igor Ribeiro
18 de dezembro de 2013 - 6h43

A Abril S/A anunciou oficialmente na noite desta quarta-feira, 18, a venda da sua operação de radiodifusão ao Grupo Spring. Segundo comunicado de Fábio Colletti Barbosa, presidente do grupo, o negócio ainda está sujeito à análise do Ministério das Comunicações e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Não foram divulgados valores.

A transação inclui uma concessão em TV aberta, na qual a Abril hoje transmite a TV Ideal, com programação sobre carreira e mundo corporativo e noticiário reaproveitado de sua empresa de mídia digital out-of-home, a Elemidia. O canal ocupa a frequência desde 1º de outubro, quando a Abril devolveu a marca MTV a sua proprietária internacional, a Viacom. 

A MTV estava no Brasil desde 1990 e operava a partir um prédio no bairro do Sumarezinho, em São Paulo. Segundo a assessoria corporativa da Abril, o edifício faz parte da negociação. Tombado pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado (Condephaat) desde março de 2012, o prédio já abrigou estúdios do SBT e da TV Tupi.

A editora Spring foi criada em 2004 com a finalidade de editar e produzir a revista de bordo da TAM Linhas Aéreas. Em 2006 adquiriu direitos da revista Rolling Stone, trazendo de volta às bancas brasileiras a marca que já havia circulado no País entre 1971 e 1972. Também produziu a Revista da ESPN, que passou à editora Trivela em 2012 e, neste ano, foi descontinuada. Hoje, a Spring também edita a revista AméricaEconomia. 

wraps

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”