ClapMe parte em busca de novas plateias

Buscar

Mídia

Publicidade

ClapMe parte em busca de novas plateias

Plataforma de streaming musical firma parceria com marcas e parte para a internacionalização


25 de agosto de 2014 - 2h34

Estreia na segunda-feira, 25, a nova cara do ClapMe, plataforma de streaming criada para aproximar público e músicos independentes. A startup completa um ano de operação com mais de 500 transmissões, mil bandas cadastradas e parcerias de conteúdo com players importantes, como Spotify. Além disso, o site anuncia investimentos em projetos customizados para anunciantes e transmissões em outros países.

No site, o novo visual contempla ferramentas já existentes, como as tips, que permitem colaboração financeira aos artistas. Em troca, eles podem oferecer agrados como CDs, pôsteres e palhetas usadas em shows, aos moldes das plataformas de crowdfunding. O redesenho ampliará as possibilidades para as marcas participarem dessa parceria entre usuário e banda. “Percebemos que o banner não seria interessante para o negócio. O ClapMe é uma oportunidade para gerar conexões”, explica Celso Forster, um dos sócios da plataforma, eleito em 2013 um dos 50 profissionais mais inovadores do mercado pela ProXXIma.

Neste ano o site já executou projetos para Ford, na CampusParty, e Chili Beans.¬ Desde a segunda quinzena deste mês transmite o Hostel Sessions Oi FM — circuito que promove apresentações de bandas independentes em albergues de São Paulo e Rio de Janeiro —, em parceria com a LiveAd e a Oi. Serão mais de oito apresentações até novembro. O jornalista e músico Filipe Callil, cofundador da plataforma, diz que o grupo se empenhou em formatar a adesão de marcas de forma mais legítima. “O meio musical costuma ouvir ruído quando há envolvimento de marcas, porque o artista se sente explorado a troco de dinheiro”.

Em setembro, o site fará o streaming dos shows do Brazilian Day de San Diego, nos Estados Unidos, a convite da organização. Os fundadores aproveitarão a oportunidade para fazer um road show por gravadoras e estúdios da região para apresentar a plataforma.

Os planos de expansão também incluem a Europa. Em novembro, Callil e Forster desembarcam na Irlanda para participar do Dublin Summit, evento de internet, tecnologia e digital que reúne executivos do mundo todo. Além de palestrarem no evento, querem fazer negócio e procurar por investidores. Atualmente, o site tem investimento de Ricardo Marques e Fatima Pissara, ambos diretores comerciais da Vevo Brasil.
 

wraps

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”