Homem Cueca ganha versão animada na TV

Buscar

Mídia

Publicidade

Homem Cueca ganha versão animada na TV

A partir desta segunda-feira, 4, a criação do humorista Felipe Xavier, transmitida no rádio, ganha uma animação na Band


4 de janeiro de 2016 - 9h07

O Homem Cueca, personagem criado pelo humorista Felipe Xavier, que fazia parte do programa “Chuchu Beleza”, transmitido pela rádio Jovem Pan, ganha uma versão animada para a TV.

A partir desta segunda-feira, 4, o Homem Cueca passa a ser exibido na Band. Serão 26 episódios que vão ao ar de segunda a sexta, às 22h15.

Super-herói da periferia e 100% brasileiro, o Homem Cueca tem como único super poder aparecer e desaparecer assim que é chamado e cobra R$ 100 “mais o dinheiro do busão” por seus serviços.

“Os 26 episódios são a síntese desse personagem politicamente incorreto. Depois de ter criado mais de 600 histórias ao longo de 12 anos, a animação só traz o melhor do Homem Cueca”, diz Felipe Xavier, que já trabalha na segunda fase da animação.

“Ele é um super-herói brasileiro: pega ônibus, enfrenta filas, recebe Bolsa Família. Está sempre querendo tirar vantagem de alguma situação. Acho que é por isso que as pessoas gostam tanto do personagem. Elas se identificam com esse mundo nu e cru da nossa realidade dentro de histórias lúdicas”, diz Xavier.

A animação é uma co-produção da Band com a Galáxia Filmes e recebeu investimentos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), da ANCINE.

wraps

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”