Marcas brasileiras utilizam Facebook Live

Buscar

Mídia

Publicidade

Marcas brasileiras utilizam Facebook Live

Eduk e Claro estão entre empresas que começaram a experimentar a ferramenta de vídeos ao vivo


20 de janeiro de 2016 - 4h13

Nessa quinta-feira, 21, a Eduk vai levar ao ar, ao vivo, sua websérie com a cozinheira Palmirinha Onofre. É a primeira vez que a plataforma de ensino on-line se utiliza da ferramenta Live, do Facebook, para essa finalidade.

A série Palmirinha na eduK é um dos diversos formatos de videoaulas da instituição que seguem o conceito de educação com entretenimento. A empresa fundada em 2013 pelos sócios Eduardo Lima, Robson Catalan e Bernardo Rezende tem investimentos da Accel Partners, Monashees Capital, Felicis Ventures e oferece também cursos de artesanato, fotografia, moda e beleza, entre outros.

O Facebook Live foi anunciado em agosto e o próprio Mark Zuckerberg fez a primeira transmissão ao vivo da ferramenta, em setembro. O dispositivo permite a transmissão ao vivo por páginas certificadas. Ao contrário de serviços semelhantes como Periscope e Meerkat, o Live permite que o conteúdo permaneça gravado permanentemente no Facebook após ir ao ar pela primeira vez.

A ferramenta tem sido amplamente utilizada nos Estados Unidos e agora começa a ganhar mais popularidade no Brasil. Além da Eduk, a Claro realizou ação com o youtuber Christian Figueiredo em 18 de dezembro. Segundo a F.biz, o vídeo somou 164 mil visualizações, registrou uma média de 18 mil espectadores simultâneos, 211.770 mil comentários, mais de oito mil likes e 500 compartilhamentos.

wraps

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”