Só Pra Parodiar aponta novos rumos da Globosat

Buscar

Mídia

Publicidade

Só Pra Parodiar aponta novos rumos da Globosat

Atração, com talento nascido na internet, é um dos exemplos de formatos diferenciados nos quais o grupo tem investido

  • Só Pra Parodiar 6

    Crédito:

  • Só Pra Parodiar 5

    Crédito:

  • Só Pra Parodiar 3

    Crédito:

  • Só Pra Parodiar 2

    Crédito:

  • Só Pra Parodiar 1

    Crédito:

Slideshow

Teresa Levin
12 de junho de 2017 - 8h00

Polado com a cantora Ludmilla, convidada do Só Pra Parodiar (Crédito: André Valentim)

Trabalhar para televisão é bem diferente do YouTube, principalmente quando se trata da forma em que tudo é gravado. Quem conta é Mr. Poladoful, o youtuber a frente do Só Pra Parodiar, atração do Multishow que aponta os novos rumos da Globosat. Isso porquê ela traz um movimento que poderá ser visto cada vez mais nos canais do grupo: a mistura de TV e internet, com uma ampla exploração das diversas plataformas disponíveis. O programa, um reality show game, foi desenvolvido em parceria com o Winnin, plataforma de competições de vídeos, e a VIU, unidade de conteúdo digital da Globosat. Um programa de televisão no formato clássico, com um talento da internet? Não, a ideia não é esta, e por isso a atração, que teve um dia de gravação no qual recebeu a cantora Ludmilla acompanhado pela reportagem de Meio & Mensagem, tem um formato diferente de produção até a sua veiculação.

“Por conta do curto prazo pra gravar e finalizar o programa, além da obrigação na entrega, ele exige uma quantidade bem maior de pessoas envolvidas e há uma burocracia maior para gravar”, comenta Polado, ao comparar sua experiência na TV com a vivência na internet. A operação de guerra montada para levar o programa ao ar se justifica: para manter o frescor de atrações da internet, ele é gravado e editado no mesmo dia, sem intervalos, em um curto espaço de tempo.

Ainda com o objetivo de levar a espontaneidade da rede para o Multishow, o youtuber conseguiu com a equipe do canal a garantia de ter liberdade no comando da atração. “Nas reuniões que tivemos antes mesmo do programa começar, o pessoal do Multishow me deu bastante liberdade pra falar e fazer o que eu quisesse, tanto no roteiro, quanto durante as gravações, até porque ninguém queria que houvesse uma diferença entre quem eu era no YouTube e quem eu ia ser no programa da TV”, fala.

O Só Pra Parodiar é um dos exemplos do investimento que a Globosat tem feito em novos formatos. Um outro case que mostra este movimento é o programa “Fale Conosco com Júlia Rabello”, veiculado apenas no canal oficial do GNT no YouTube. Já o canal infantil Gloob lançou o Vlog da Mila, um spin off de Detetives do Prédio Azul (DPA), no formato on demand. “Em breve teremos exemplos no SporTV, Universal e Telecine”, antecipa Vanessa Oliveira, diretora de projetos digitais da VIU. O foco da VIU está nas plataformas de terceiros que não fazem parte do grupo como YouTube, Facebook, Instagram, Snapchat e qualquer outra que venha existir. “A Globosat sempre foi a casa dos talentos e o ambiente natural para os influenciadores. Há muito espaço e oportunidades de produção de conteúdo em parceria com os creators. Afinal os nossos canais ‘falam’ com os mais diversos públicos, de todas as idades, gostos e gêneros”, conclui Fred Muller, diretor executivo comercial da Globosat.

 

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Fred Muller

  • Polado

  • Vanessa Oliveira

  • Globosat

  • Gloob

  • GNT

  • Multishow

  • VIU

  • Winnin

  • Inovação

  • internet

  • midia

  • televisão

  • youtube

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”