Futebol da Globo valoriza mais de 100% em dez anos

Buscar

Mídia

Publicidade

Futebol da Globo valoriza mais de 100% em dez anos

Sem considerar a inflação e tendo como base valores de tabela, preço do pacote comercial dobrou desde 2008

Bárbara Sacchitiello
8 de agosto de 2017 - 11h48

(Crédito: Reprodução)

Com um número que gira em torno de 100 partidas por ano e uma exposição que atravessa o pilar esportivo e ganha presença em praticamente todos os programas jornalísticos da emissora, o pacote de Futebol da Globo é, segundo os mídias, um dos mais interessantes investimentos comerciais que as marcas podem fazer na televisão aberta.

Por conta dessa boa reputação que possui no mercado publicitário, o plano comercial também sustenta o título de pacote mais valioso da mídia brasileira. Os anunciantes que desejarem expor suas marcas nos jogos de futebol exibidos pela Globo em 2018 — plano que contempla o Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil, Copa Sul-Americana, Campeonatos Estaduais, Champions League e Amistosos da Seleção Brasileira — terão de investir R$ 230 milhões por cada uma das cotas de patrocínio que a emissora oferece ao mercado. É importante considerar que esse é o valor de tabela, que não leva em conta os eventuais descontos nas negociações que os anunciantes podem obter. Ao todo, são seis cotas para o Futebol 2018 e os atuais patrocinadores (Banco Itaú, Ambev, Chevrolet, Johnson & Johnson, Ricardo Eletro e Vivo) têm prioridade na renovação.

O valor cobrado pela emissora para a temporada 2018 é inferior ao de 2017 (cujo preço de cada cota era de R$ 283 milhões). Essa redução de valores no plano comercial acontece somente em anos de Copa do Mundo. Pelo fato de ser a emissora oficial do torneio de seleções da Fifa, a Globo costuma elaborar um outro pacote, dedicado apenas aos anunciantes que queiram se atrelar à Copa. Por conta disso – e pelo fato de o calendário tradicional de futebol ser um pouco reduzido em função do torneio internacional da Fifa – o preço do pacote de futebol costuma ser reajustado. A Globo já apresentou ao mercado o pacote comercial da Copa do Mundo da Rússia. São seis cotas de patrocínio, com valor de tabela de R$ 180 milhões cada.

Valorização anual

Sem contar os anos de Copa do Mundo, o pacote comercial da Globo fica sempre mais valorizado a cada temporada. Em 2008, por exemplo, os anunciantes que investiram na grade esportiva da emissora desembolsaram cerca de R$ 108 milhões por cada cota de patrocínio. Para 2018, o preço de cada cota está em R$ 230 milhões. Além do reajuste normal correspondente à inflação de cada ano, a emissora também procura considerar para a elaboração dos valores os novos formatos de entrega de mídia e visibilidade que vêm oferecendo aos anunciantes.

Nos últimos anos, a Globo ampliou a presença dos patrocinadores do futebol durante as transmissões dos jogos, utilizando diferentes tecnologias para inserir as marcas no campo, assim como vem aumentando a veiculação da vinheta com todos os patrocinadores do plano comercial junto à cobertura jornalística esportiva.

Apesar desse incremento, o valor do plano comercial da Globo sempre é alvo de debates por parte do mercado publicitário. Sempre que o plano chega às agências, os profissionais de mídia e os próprios anunciantes questionam os alto valores cobrados pela emissora e procuram tentar obter as melhores formas de negociação. Apesar disso, em todas as reportagens e questionamentos acerca do pacote de futebol, os profissionais de agências são unânimes em afirmar que o investimento, ainda que alto, é um dos mais eficazes que os anunciantes podem fazer na mídia televisiva.

Confira abaixo os valores das cotas de patrocínio da emissora nos últimos 10 anos e os anunciantes que vêm investindo no Futebol da Globo. Para essa tabela, a reportagem utilizou apenas os valores de tabela dos planos apresentados pela emissora:

 

(Fonte: Arquivo de matérias do Meio & Mensagem)

 

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Ambev

  • BRF

  • Casas Bahia

  • chevrolet

  • Coca-Cola

  • Cotas

  • esporte

  • Futebol

  • Globo

  • Itaú

  • Johnson Johnson

  • Magazine Luiza

  • patrocinio

  • Plano

  • vivo

  • Volkswagen

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”