Projor cria mapa do jornalismo local

Buscar

Mídia

Publicidade

Projor cria mapa do jornalismo local

Iniciativa busca os motivos para a crise do jornalismo local

Thaís Monteiro
6 de setembro de 2017 - 18h25

(Crédito: Opção Brasil Imagens/Geraldo Gomes)

Inspirado em um projeto semelhante aplicado nos Estados Unidos pela revista Columbia Journalism Review, o Instituto para o Desenvolvimento do Jornalismo (Projor) lança no Brasil o Atlas da Notícia, um levantamento de iniciativas de jornalismo local pelo País.

O inventário será construído por meio de pesquisas pela própria instituição e pela Volt Data Lab, agência responsável pela criação do banco de dados a partir das informações recolhidas. Além dos dois, o público poderá contribuir indicando veículos por um formulário do Google publicado junto com o site na quinta-feira 31.

“No futuro, nós vamos ter um melhor entendimento da influência da imprensa para uma melhor qualidade de vida”, diz Angela Pimenta, presidente do Projor

Angela Pimenta, presidente do Projor, explica que a iniciativa surgiu como uma resposta à crise no jornalismo e a necessidade de auxiliar veículos menores pelo projeto Grande Pequena Imprensa (GPI), outra ação do Projor que busca fortalecer o jornalismo regional. “Nós temos de saber o motivo pelo qual um jornal está fechando: se está cobrindo as áreas de interesse público (contas públicas, gabinete do presidente, câmara, segurança, saúde, saneamento básico etc.), ou se são empresas que não conseguem se manter porque carecem de tecnologia, capacidade de gestão ou tem vínculos com o poder local”, explica Angela.

O primeiro resultado dos levantamentos será divulgado em outubro e, segundo a presidente do Projor, vai gerar matérias tanto no Observatório da Imprensa, portal mantido pelo instituto, quanto em outros veículos. “No futuro, nós vamos ter um melhor entendimento da influência da imprensa em índices como IDH e PIB, porque acreditamos que uma imprensa boa pode contribuir para a reivindicação e fiscalização de uma melhor qualidade de vida”, afirma Angela.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Atlas da Notícia

  • Columbia Journalism Review

  • GPI

  • Grande Pequena Imprensa

  • Instituto para o Desenvolvimento do Jornalismo

  • jornalismo local

  • Projor

  • Volt Data Lab

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”