Globo alerta jornalistas sobre postagens

Buscar

Mídia

Publicidade

Globo alerta jornalistas sobre postagens

Emissora reforça que seus profissionais não podem ter nenhum vínculo com marcas e estabelecimentos comerciais; já no esporte, a empresa estuda a permissão de merchandising

Luiz Gustavo Pacete
7 de dezembro de 2017 - 7h18

Por meio de um comunicado interno enviado a todos os jornalistas da Rede Globo, Ali Kamel, diretor-geral de jornalismo da emissora, ressaltou que os profissionais da área devem se atentar para suas práticas nas redes sociais e estão proibidos de fazer check-in em estabelecimentos comerciais como restaurantes e hotéis, ou mencionar e exibir marcas e produtos em seus perfis pessoais. O comunicado se estende também para a GloboNews.

Publicada originalmente por Ricardo Feltrin, em sua coluna no Uol, a informação foi confirmada pela emissora que, ressaltou, no entanto, que o alerta não foi motivado pelo jornalista César Tralli, como algumas pessoas chegaram a cogitar. “A mensagem foi direcionada a todos os jornalistas para que evitem marcações e títulos nas redes sociais que possam levar o público a acreditar que se trata de publicidade. Isso vinha ocorrendo com alguma frequência, de forma não proposital e sem objetivos comerciais, como sublinhado no e-mail. A mensagem se destinou apenas a lembrar a todos os nossos preceitos”, diz o departamento de comunicação da Globo.

O alerta ao jornalismo ocorre na mesma semana em que a Globo confirmou a reestruturação da sua área de esportes. De acordo com a emissora, a partir de 2018, os narradores esportivos do canal poderão citar marcas patrocinadoras dos eventos esportivos durante as transmissões, algo que não era permitido até então. A informação foi publicada originalmente pelo colunista Mauricio Stycer e confirmada pela emissora.

De acordo com a Rede Globo, a nova unidade do Esporte tem como uma das frentes ampliar o olhar sobre oportunidades junto aos clientes. “Estudando inclusive modelos mais próximos ao entretenimento. Como parte do processo, ajustes serão feitos aos contratos ou adendos para melhor adequação”, diz a nota. Segundo Stycer, Galvão Bueno, Cleber Machado e Luis Roberto já estariam assinando cláusulas específicas que permitem citar as marcas somente durante as partidas. Seguem, no entanto, proibidos de realizarem outros tipos de publicidade.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • digital

  • Globo

  • internet

  • marcas

  • redessociais

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”