ESPN lança energético fictício para o fim de ano

Buscar

Mídia

Publicidade

ESPN lança energético fictício para o fim de ano

A campanha SuperWeek, criada pela Africa, promove os eventos esportivos do canal na última semana de 2017 que inclui maratona de NBA e NFL

Luiz Gustavo Pacete
13 de dezembro de 2017 - 9h56

A ESPN lança nesta quarta-feira, 13, a campanha SuperWeek. O objetivo da ação criada pela agência Africa é promover as semanas finais de 2017 no canal que trazem maratona de NBA e NFL. Para chamar a atenção dos telespectadores, foi criado um energético fictício para simbolizar a energia extra necessária para a época.

“A campanha exalta de uma maneira diferente a quantidade de eventos exclusivos da ESPN no fim de ano e reforça a variedade esportiva do nosso conteúdo. É um serviço para os fãs de esportes, que geralmente neste período estão em casa, reunidos para as comemorações em família ou com os amigos. A ideia do energético simboliza a energia extra necessária para acompanhar a maratona de partidas em qualquer tela, seja na TV, computador ou no smartphone”, diz, em comunicado, Leandro Simões, gerente de marketing da ESPN no Brasil.

A campanha com o energético SuperWeek contará com ações de product placement na programação jornalística da ESPN, além de filme promocional e peças para plataformas digitais e mídia out of home.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • africa

  • esporte

  • ESPN

  • tvpaga

  • campanha

  • nba

  • nfl

  • superweek

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”