Como uma história do Twitter virou roteiro de série de TV

Buscar

Mídia

Publicidade

Como uma história do Twitter virou roteiro de série de TV

Eduardo Almeida conta como as desavenças entre sua avó e uma vizinha despertou o interesse de Gloria Perez e se transformou em um projeto da Globo assinado por Miguel Falabella

Bárbara Sacchitiello
12 de setembro de 2018 - 7h29

Eduardo Almeira, Gloria Perez e Miguel Falabella: história contada no Twitter inspirou roteiro da série “Eu, Minha Avó e a Boi” (Crédito: Reprodução/Twitter)

No dia 10 de junho de 2017, o estudante Eduardo Almeida decidiu compartilhar com seus seguidores no Twitter uma história de família. Em uma sequência de postagens – uma thread, na linguagem da rede social – Eduardo relatou a bélica (e muitas vezes cômica) relação de inimizade entre sua avó e a vizinha dela, chamada pejorativamente de “Boi”. Os milhares de compartilhamentos das postagens mostraram que os usuários do Twitter gostaram da história da briga das duas senhoras, que envolve disputa por namorados, destruição de plantas do quintal e até mesmo a presença da polícia.

Mais de um ano depois, a postagem divertida na rede social virou roteiro televisivo. Eduardo foi convidado por Gloria Perez, que além de autora de novelas também supervisiona a área de séries da emissora, a transformar a história de sua avó em uma obra televisiva. Na segunda-feira, 10, o estudante voltou ao Twitter para dar a notícia de que aquela história será transformada na série “Eu, minha avó e a Boi”, pelas mãos de Miguel Falabella.

No dia seguinte, Eduardo também usou a rede social para postar fotos de um passeio nos Estúdios Globo, onde foi conversar com Falabella e Gloria sobre o projeto. A autora, inclusive, foi a primeira pessoa da Globo a procurar o estudante após ter lido, no Twitter, a saga de ódio das duas senhoras. “O contato começou com a Glória. Ela é muito conectada com a cultura atual e redes sociais. Ela viu a thread, curtiu, me seguiu e me chamou na DM (Direct Messages) uns meses depois. Aí, fomos para o e-mail e depois o telefone. Assim começamos a falar e discutir’, conta Eduardo, em entrevista ao Meio & Mensagem.

Aos 26 anos, o jovem participará do projeto como colaborador de roteiro. “As decisões finais e redação final, no entanto, é do Falabella. Ele é o chefe, o showrunner”, ressalta. Também no Twitter, Gloria Perez esclareceu que não participará do texto do projeto e que o responsável pelo roteiro será o próprio Falabella, com colaboração de Flavio Marinho e Ana Quintena – além, claro, do neto da personagem principal.

Apesar de se mostrar fã de novelas e séries de TV, Eduardo trilha uma carreira bem diferente. Ele conta que experimentou diversos cursos até decidir ingressar na graduação de Sistemas de Informação. A participação como colaborador do roteiro será a primeira experiência em uma obra audiovisual. Apesar de ser novato no meio, ele não hesitou em dar um palpite em uma das obras de Gloria Perez no primeiro contato que teve com a autora, via Twitter. “Uma das primeiras coisas que falei para ela foi uma reclamação pela forma como a novela América terminou, sem o beijo Zeca/Junior, que estava parecendo que ia ter. Honestamente, só ela ter continuado e me dar a hora do dia depois dessa já deve exemplificar a paciência e generosidade da mulher”, elogia Eduardo. A trama a que ele se refere foi exibida em 2005 e gerou uma expectativa pela exibição de uma cena de beijo entre homens, que acabou não indo ao ar.

Eduardo diz não ter previsão de quando a produção deve ir ao ar e revela que a “protagonista” da trama – sua avó – ainda não sabe que terá sua trajetória de brigas com a vizinha apresentada para todo o Brasil. “Até eu viajar para o Rio para me encontrar com o Miguel e Gloria e com o pessoal da Globo, que foram todos uns anjos comigo, só havia contado para a minha mãe”, conta Eduardo. E o que será que a avó vai achar da história? “Minha família vai de 0 a 100 em dois segundos. Nada é fora do reino das possibilidades”, brinca.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Redes Sociais

  • globo

  • twitter

  • serie

  • Roteiro

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”