Com eventos, Steal the Look expande atuação

Buscar

Mídia

Publicidade

Com eventos, Steal the Look expande atuação

Portal de moda e lifestyle apresenta plataforma voltada a negócios e projeta criar uma agência digital

Karina Balan Julio
14 de novembro de 2018 - 13h15

Quando criaram a plataforma de moda e lifestyle Steal The Look, com um investimento de apenas R$ 30, as fundadoras Manuela Bordasch e Catharina Dieterich não imaginavam que indicar looks “roubados” das famosas se tornaria um negócio tão grande. Desde a sua criação em 2012, o projeto conquistou uma legião de marcas parceiras e em 2017 criou um e-commerce, o Steal the Look Shop. Este ano, o portal deve faturar R$ 3 milhões.

A mais nova empreitada das fundadoras, no entanto, é no mundo físico. No último final de semana, o Steal The Look lançou o projeto Push, voltado para o empreendedorismo entre mulheres. O Push será uma plataforma perene de eventos, que reunirá leitoras e empreendedoras em palestras e encontros de networking.

 

Manuela Bordasch e Catharina Dieterich. Foto: Divulgação

A primeira edição do evento em São Paulo, no último sábado, 10, atraiu mais de 400 pessoas e contou com a presença de líderes como Rachel Maia, CEO da Lacoste, e Dominique Oliver, CEO da Amaro, além de pesquisadores de tendências, influenciadores e empresários. A primeira edição do evento teve mais de 30 marcas apoiadoras, entre elas Melissa, C&A, TreSemmé e Mary Kay.

“Vínhamos sentindo uma demanda do nosso público em falar sobre carreiras e negócios. Muito mais do que falar sobre influenciadoras e moda, vemos que as leitoras têm dúvidas sobre como abrir um negócio ou fazer networking. Pensamos no evento como um espaço de troca de experiências, onde mulheres possam se ajudar em vez de competir”, afirma Catharina Dieterich. No futuro, as fundadoras também querem criar palestras e cursos online, além de outros eventos fora de São Paulo.

Para 2019, o Steal The Look projeta também o lançamento de uma agência de conteúdo, com o objetivo de criar projetos para terceiros, além dos editoriais próprios. “Muitos clientes e marcas que não querem produzir conteúdo in-house têm nos procurado para gerar conteúdo, não necessariamente assinado pelo STL”, acrescenta Manuela.

A agência e o Push vão de encontro à estratégia de diversificar receitas e público. Atualmente, cerca de 80% das receitas do Steal The Look vêm do site, que dá dicas de looks e então sugere peças de marcas parceiras, inspiradas no conteúdo editorial. Em 2018, o e-commerce e o Push já devem representar 10% da receita, respectivamente, e a expectativa é de que estas duas frentes cresçam no próximo ano.

As parcerias com as marcas também aparecem em projetos de cobranding. “Nos tornamos uma marca muito forte e começamos a desdobrar o trabalho para outros projetos, como coleções assinadas por nós”, conta Manuela. Este ano, o time do STL assinou uma coleção da marca de calçados Zaxy e participou de uma campanha da C&A.

Entre a influência e o editorial

Primeira edição do evento Push, na Casa das Caldeiras, em São Paulo

Manuela e Catharina, que juntas somam mais de 100 mil seguidores no Instagram, acabaram se tornando influenciadoras à medida em que o site cresceu. Para elas, a mistura entre o trabalho editorial e a influência digital não é um problema.

“As pessoas sempre tiveram muita curiosidade de saber sobre a nossa carreira e sobre nossa história, até por conta do início do site. Mas consideramos que tudo é o Steal The Look. Se temos exclusividade com uma marca editorialmente, não vou individualmente fazer uma ação com outra”, explica Catharina.

Manuela acrescenta que mostrar os bastidores da produção de conteúdo foi fundamental para fortalecer a marca. “Desde o início, fazemos com que a nossa equipe apareça, pois hoje as pessoas querem saber quem está por trás da marca”, afirma.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • c&a

  • Amaro

  • Steal The Look

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”