Neurociência: a nova investida da Rio2C

Buscar

Mídia

Publicidade

Neurociência: a nova investida da Rio2C

Edição 2019 do evento acontece de 23 a 28 de abril e ampliará o conteúdo relacionado à inovação e novas tendências

Bárbara Sacchitiello
30 de novembro de 2018 - 15h21

Crédito: André Valentim

A edição de 2019 da Rio Creative Conference (Rio2C) pretende dar mais espaço às discussões a respeito da inovação e dos seus impactos na indústria de criatividade, audiovisual, entretenimento, música e games. Para isso, além dos hackatons, tendas com experiência de realidade virtual e a discussões desses assuntos ao longo dos painéis que irão permear a programação, a organização também anunciou a criação do Brain Space. O novo espaço será dedicado à palestras e debates sobre as diferentes formas de aplicação dos conceitos de neurociência na indústria do entretenimento e terá a participação de especialistas no tema.

O Brain Space foi uma das novidades apresentadas no evento realizado nesta quinta-feira, 29, em São Paulo, para apresentar a edição 2019 da Rio2C. Mais uma vez tendo a Cidade das Artes, no Rio de Janeiro, como cenário, o evento acontece entre os dias 23 e 28 de abril e será dividido em duas partes: a conferência, que concentra os painéis, debates, palestras e rodadas de negócios voltadas à indústria do audiovisual, entretenimento e inovação e o festival, que é aberto ao público nos últimos dois dias e reúne palestras, workshops, ativações e um festival de música.

Para a organização, a ideia é tornar a Rio2C um evento de referência para a criatividade global, assim como o South by Southwest, que acontece anualmente em Austin, nos Estados Unidos. “O mercado brasileiro acompanha bastante os eventos internacionais e isso é muito importante para termos uma visão geral das mudanças pelas quais estamos passando. Mas também é importante que as pessoas de outros países voltem os olhos para o que estamos fazendo aqui e conheçam mais sobre a grandiosidade do mercado criativo brasileiro, compartilhando conosco as experiências de seus mercados”, comenta Rafael Lazarini, criador da Rio2C.

A primeira edição da Rio Creative Conference foi realizada em abril deste ano. O evento nasceu tendo como base a Rio Content Market, evento realizado no Rio de Janeiro desde 2010 para reunir o mercado audiovisual. A nova configuração teve o objetivo de expandir a Conferência, agregando mais indústrias e temas conectados à criatividade e a inovação.

Para a edição de 2019, deverão participar do evento 600 palestrantes, de diversas nacionalidades. Segundo a organização, mais de 300 empresas de mídia – entre veículos, plataformas de stramings, produtoras e distribuidoras – já se credenciaram para a Rio2C. A expectativa é que, ao longo dos seis dias do evento, 25 mil pessoas passem pelo espaço da Cidade das Artes. A lista de participantes da edição 2019 ainda não está fechada, mas a organização já confirmou os nomes de Patrick Somerville, criador da série Maniac, da Netflix; Aron Walker, produtor da franquia Shrek e o músico brasileiro Heitor TP, ex-membro da banda Simply Red e compositor de trilhas sonoras de filmes.

Assim como aconteceu na edição deste ano, o Meio & Mensagem também participa da Rio2C como curador do Summit, ciclo de painéis realizados no dia de abertura do evento, dedicados à debates a respeito da inserção das marcas no ambiente de conteúdo, entretenimento e criatividade. Em 2016, foram realizados 16 debates que reuniram profissionais de agências, anunciantes, veículos, produtores e artistas para debater temas como inovação, licenciamentos, diversidades, música, gastronomia e outros assuntos.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Negócios

  • eventos

  • summit

  • Rio2C

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”