Agronegócio digital

Buscar

Opinião

Publicidade

Agronegócio digital

As futuras estratégias da área estão focadas em canais digitais: redes sociais, aplicativo e site, com dicas e orientações sobre orgânicos


8 de janeiro de 2019 - 16h25

 

(Crédito: Reprodução)

Tenho percorrido muitas fazendas e conversado com muitos produtores rurais, de várias localidades do Brasil. Há alguns dias, estive em Ibiúna, interior de São Paulo. O proprietário, produtor de frutas e legumes, me contou sobre o seu projeto de lançar um e-commerce de produtos orgânicos.

Entusiasmado, me revelou detalhes: “Quero conectar diversos produtores com os varejistas. Mas, somente os produtores que, assim como eu, apostam em produtos orgânicos”.

Tomamos um café e ele complementou: “Sabe, esse é um grande mercado. Fiz uma ampla pesquisa, conversei com varejistas e amigos produtores. Todos nós estamos animados para esse mercado. Tem muito potencial”.

Essa postura do produtor é um ótimo exemplo de “gestor do campo”. Se foi o tempo em que o agricultor somente plantava e colhia, agora ele está preocupado com os recursos naturais, o futuro do planeta e uma gestão equilibrada e consciente. Ele é um sábio do campo.

Mais adiante, o produtor me revelou algumas de suas futuras estratégias, focadas em canais digitais: utilizar as redes sociais, criar um aplicativo e desenvolver um site, com dicas e orientações sobre orgânicos.

Ele justificou: “Precisamos conscientizar a população sobre a importância dos orgânicos. Falar dos benefícios, das verdadeiras transformações que a sociedade pode e vai passar com esses novos produtos”.

Fomos tomar mais um café. No último gole, ele me perguntou: “O que você acha disso? Tem futuro, não tem?”.

Respondi, após respirar um pouco: “Estão surgindo muitas tecnologias para o agronegócio, muitas delas são repetitivas, tornando algumas tecnologias commodities. Então, precisamos tomar cuidado. A tecnologia não pode ser a salvação do mundo, mas sim uma evolução natural das práticas agrícolas”.

Ele ajeitou o chapéu. Continuei, lançando um pergunta: “Seu projeto é a salvação do mundo ou uma evolução natural?”.

“Uma evolução natural”, disse ele.

“Então, tem futuro”, falei.

Encerramos a conversa.

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”