Plataforma Sem Excesso se une a Waze e Gol para falar de consumo consciente

Buscar

Últimas notícias

Publicidade

Plataforma Sem Excesso se une a Waze e Gol para falar de consumo consciente

Foliões que viajarem com a companhia aérea ou fizerem trajetos no Waze receberão mensagens sobre consumo equilibrado


17 de fevereiro de 2017 - 12h01

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

O Waze e a Abrabe  (Associação Brasileira de Bebidas) se uniram ao Waze e Gol para alertar consumidores sobre o consumo consciente. Com o objetivo de atingir pessoas em diferentes ambientes, de diversas idades e gostos, a campanha “#vidasemexcesso” impactará 5 milhões de pessoas durante o carnaval. A iniciativa veio da plataforma Sem Excesso, da Abrabe, que incentiva pessoas a ter uma vida mais equilibrada.

Nas cidades do Rio de Janeiro e São Paulo, foliões receberão mensagens no Waze alertando sobre o consumo de bebidas alcoólicas, quando estiverem no trajeto para os blocos carnavalescos e bares. Também haverá peças em postos de gasolina, através de uma parceria com a Posto Mídia. A ação faz parte da campanha de verão promovida pela Sem Excesso.

Além de abordar a população via Waze, o Sem Excesso ganha espaço também nas viagens da Gol. Os passageiros que voarem pela companhia no trecho entre São Paulo e Rio, do dia 06 a 27 de fevereiro, receberão identificadores de bagagens com a tag “#VidaSemExcesso” e ouvirão dos comissários de bordo um texto sobre consumo equilibrado. Ao todo serão 327 voos durante 1 mês, uma média de 100 voos por semana.

 

 

 

 

 

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Carnaval

  • Gol

  • trânsito

  • Waze

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”