Daniela Mercury, Tiê e Valesca Popozuda questionam diferença de salários

Buscar

Últimas notícias

Publicidade

Daniela Mercury, Tiê e Valesca Popozuda questionam diferença de salários

Criada pela J. Walter Thompson para AzMina, "Mais que 70" interrompe músicas das cantoras para questionar por que mulheres ganham menos que homens

Isabella Lessa
23 de março de 2017 - 17h58

A ascensão do debate sobre igualdade de gênero está aí para provar que ainda existem muitas questões que precisam ser resolvidas. A diferença salarial é uma delas: no Brasil, o homem ganha, em média, 30% a mais do que a mulher.

E é essa a causa por trás da campanha “Mais que 70”, criada pela J. Walter Thompson para a ONG AzMina. Na ação, as músicas das cantoras Daniela Mercury, Tiê e Valesca Popozuda terão suas músicas interrompidas aos 70% do tempo de reprodução no YouTube, no Spotify, no rádio e em outros meios. Nos outros 30% do tempo da canção, o ouvinte irá entender o motivo do corte por meio de uma mensagem.

Além disso, um filtro especial será disponibilizado para ser usado no avatar do Facebook, para que mais pessoas possam aderir à causa, usando a hashtag #MaisQue70.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • AzMina

  • Daniela Mercury

  • diferença salarial

  • igualdade de gênero

  • J. Walter Thompson

  • Mais que 70

  • Tiê

  • Valesca Popozuda

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”

  • Cristhian

    Qual
    lei brasileira que permite que mulheres recebam menos em determinada
    empresa, fazendo o mesmo trabalho que homens? É a pergunta que nunca é
    respondida por quem tem esse tipo de delírio!Se isso fosse verdade, porque homens seriam contratados?