Kayak divulga estudo sobre o perfil do viajante brasileiro

Buscar

Últimas notícias

Publicidade

Kayak divulga estudo sobre o perfil do viajante brasileiro

O levantamento considerou as principais plataformas de busca, destinos mais buscados e modalidades de hotéis


11 de abril de 2017 - 16h50

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

A plataforma de busca de viagens KAYAK realizou uma pesquisa para entender o perfil do viajante brasileiro.  O levantamento mostrou que as buscas via mobile são cada vez mais comuns, opção frequente entre 42% dos usuários. Contudo, 58% também utilizam o desktop.

A crise afetou o poder de compra dos viajantes e suas escolhas de viagem. O número de destinos internacionais caiu de 8 para 4 no ranking das 10 cidades mais buscadas por usuários de desktop. No Brasil, Miami, Nova York e Lisboa figuram entre as cidades do exterior mais buscadas em todas as plataformas. Miami é o destino mais amado e buscado também no Chile e Argentina. 

Devido à situação econômica e à alta do dólar, clientes passaram a escolher também atrações do Caribe, como Aruba, San Martin e Punta Cana.  Sete entre as dez cidades mais procuradas se destacam tanto na busca via desktop quanto no mobile. São Paulo e Rio de Janeiro ocupam as primeiras posições respectivamente, exceto para iPad, onde Miami ocupa a segunda colocação.

Apesar da conjuntura econômica, entre 2015 e 2016, o interesse pelas categorias de luxo cresceu no Brasil, como mostram as pesquisas feitas via Android. A busca por hotéis 4 estrelas foi de 14% para 30% no período, enquanto a busca por hotéis cinco estrelas foi de 2% para 14% em relação a hotéis 5 estrelas. Por outro lado, a procura pela categoria “sem estrelas”, que inclui pousadas e aluguéis de temporada, caiu de 21% para 3%.

O perfil das buscas via Android e iPhone é bem similar. Em ambos os casos, usuários gastaram cerca de três minutos pesquisando hotéis, e o horário preferido para pesquisa é aos domingos à noite.

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”