CEO global da CP+B irá deixar publicidade

Buscar

Últimas notícias

Publicidade

CEO global da CP+B irá deixar publicidade

Lori Senecal se prepara para deixar o comando da rede no final de 2017


18 de maio de 2017 - 15h25

Executiva não deve continuar na indústria de publicidade (Crédito: Reprodução)

A CEO global da Crispin Porter + Bogusky, Lori Senecal, se prepara para deixar a agência e a indústria da publicidade no final deste ano. A rede, que pertence à MDC Partners, já está em busca de um nome para substituir a executiva.

De acordo com Lori, sua saída ao término de 2017 já havia sido acordada com Chuck Porter, chairman da CP+B, desde quando seu nome foi escolhido para liderar as operadoras da agência no mundo, em março de 2017. Porter declarou que escolheu Lori porque a rede precisava de um gerenciamento genial e de uma organização forte.

“Ela ampliou nossa presença global com conquistas como a da American Airlines e criou uma estrutura mundial de gerenciamento e comunicação que funcionou muito bem”, disse Chuck Porter.

Essa estrutura global da agência foi completada na semana passada com a promoção de Danielle Aldrich à presidência da CP+B West, que compreende os escritórios de Boulder e Los Angeles. Ela se junta aos demais líderes regionais da rede, grupo composto por Richard Pinder (que lidera a CP+B da Europa), Bamboo Yee (responsável pela operação de Beijing) e o brasileiro Vinicius Reis, que lidera os escritórios da CP+B em São Paulo e em Miami.

Com a liderança global consolidada, Lori declarou estar mais segura de sua decisão de deixar a carreira na publicidade. “Eu consegui mais do que esperava. Crescendo e começando minha carreira no Canadá, nunca imaginei trabalhar nos Estados Unidos, muito menos ter as oportunidades que tive – de ser presidente da McCann de Nova York e de ser CEO global da CP+B, trabalhando ao lado de Chuck Porter, que é um ícone da indústria”, disse.

Pessoas ligadas à rede disseram à reportagem do Advertising Age que o sucessor de Lori deve vir da agência criativa Forsman & Bodenfors, da Suécia, que se tornou parceria da CP+B no ano passado. Questionado sobre isso, Porter declarou que é possível, mas que ainda é cedo para falar a respeito do assunto.

Lori, que foi uma das homenageadas na edição de 2014 do Women to Watch, nos Estados Unidos, declarou estar ansiosa para se aposentar e afirmou que não pretende continuar na publicidade.

Com informações do Advertising Age

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Chuck Porter

  • Lori Senecal

  • CP&B

  • Agencias

  • Internacional

  • Negócios

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”