Multi-Ar troca nome para Leveros

Buscar

Últimas notícias

Publicidade

Multi-Ar troca nome para Leveros

Empresa de ar condicionado e soluções em climatização investe R$ 10 milhões em processo de reposicionamento estratégico


12 de setembro de 2017 - 8h15

Nova marca foi criada pela Ana Couto Branding (crédito: divulgação)

Especializada em vendas de ar condicionado e soluções em climatização, a Multi-Ar, fundada em 1978 na cidade de Assis (SP), passa a se chamar Leveros. A mudança acontece na próxima terça-feira, 12, na abertura da Febrava, maior feira de climatização da América Latina, que acontece em São Paulo. Além da troca do nome, a empresa reformulou sua identidade visual. O trabalho, assinado pela agência Ana Couto Branding, buscou atender às demandas de um movimento de expansão nacional e de revisão de posicionamento estratégico, com a ampliação do mix de produtos e soluções para além da climatização.

O novo nome é um anagrama da palavra “resolve”. A empresa destinará R$ 10 milhões para consolidar este processo, que será concluído até abril de 2018. Também o site de vendas será relançado. A companhia possui sete lojas, uma operação no comércio eletrônico e presença em marketplaces. Em novembro, a Leveros fará a inauguração de uma megaloja conceito na capital paulista. A unidade terá showroom completo e cursos e workshops voltados a profissionalizar o mercado de empresas instaladoras. Em 2016, a empresa faturou R$ 300 milhões e a projeção para 2017 é de crescimento de 40%. A meta de faturamento para 2020 é R$ 1 bilhão.

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”