Facebook anuncia versão infantil do Messenger

Buscar

Últimas notícias

Publicidade

Facebook anuncia versão infantil do Messenger

Empresa busca providenciar um ambiente seguro para crianças e diminuir o número de contas criadas por menores de 13 anos


4 de dezembro de 2017 - 15h05

Nesta segunda-feira, 4, o Facebook anunciou o lançamento do Messenger Kids, uma versão do aplicativos de conversa Messenger para menores de 13 anos. Segundo a companhia, a medida prevenirá que os menores tentem criar uma conta na rede social, já que a plataforma não permite usuários mais jovens do limite estabelecido (13). Além disso, o Facebook quer prover um ambiente mais controlador para o público infantil.

 

(Crédito: Reprodução)

Dessa maneira, para uma criança acessar o aplicativo, será necessário que um adulto conecte-se na sua conta e configure um perfil para o utilizador do Messenger Kids. Após conectar, o usuário pode adicionar amigos e membros da família, mas qualquer pedido de amizade deve ser autorizado pelo adulto. Além disso, o Facebook quer prover um ambiente mais controlador para o público infantil. A princípio, será lançada uma prévia do aplicativo no sistema iOS.

Para o desenvolvimento do Messenger Kids, o Facebook diz ter passado messes entrevistando famílias e especialistas no comportamento infantil para entender como o grupo se comunica. A companhia também afirmou que o aplicativo está de acordo com as leis de privacidade e proteção infantil e está trabalhando com organizações de vigilância online.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • aplicativo

  • Crianças

  • facebook

  • Messenger

  • online

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”