Trump anuncia vencedores de “Fake News Award”

Buscar

Últimas notícias

Publicidade

Trump anuncia vencedores de “Fake News Award”

Premiação inventada pelo presidente tem o objetivo de desacreditar cobertura sobre seu governo


18 de janeiro de 2018 - 17h32

(Crédito: Reprodução)

Na noite de quarta-feira, 17, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, publicou em sua conta oficial no Twitter um link para o site do Comitê Nacional Republicano onde o presidente divulgou os vencedores da premiação que ele nomeou como “Fake News Award”. Na lista constam dez vezes em que veículos de comunicação reportaram informações falsas sobre sua eleição ou governo seguida da afirmação de que 90% da cobertura da mídia sobre sua pessoa é negativa.

No topo da lista, está um artigo de um colunista do The New York Times que afirma que a economia não se recuperará depois da posse de Trump. O canal ABC New ocupa o segundo lugar por causa de relato divulgado em dezembro pelo correspondente chefe, Brian Ross, de que o presidente deu instruções ao ex-assessor de Segurança Nacional da Casa Branca, Michael Flynn, para contactar emissários do Kremlin antes das eleições. A ABC New admitiu o erro e suspendeu o repórter. Na terceira posição, Trump cita a vez em que a CNN informou erroneamente que o candidato e seu filho tiveram acesso a documentos da WikiLeaks.

A CNN ganhou quatro menções na premiação de Trump. Depois dela, está o The New York Times, indicados duas vezes, e o Washington Post, a revista Time e Newsweek e a rede ABC, que ganharam uma menção.

Senador Jeff Flake faz discurso contra Trump (Crédito: Reprodução)

Crítica da base aliada

No mesmo dia em que Trump publicou a lista, o senador republicano Jeff Flake criticou abertamente a atitude do presidente de tentar forçar a mídia como inimiga do seu governo e comparou Trump à Stalin. “Nosso próprio presidente usa palavras infamemente por Josef Stalin para descrever seus inimigos. Despotismo é o inimigo do povo. A imprensa livre é inimigo do déspota, o que a faz guardã da democracia”, disse Flake em discurso aos senadores. Em apoio ao colega, o senador John McCain, também republicano, expressou sua desaprovação ao modo como o presidente trata os jornalistas em editoral aberto no The Washington Post. Flake afirmou que esse foi o primeiro de muitos discursos que fará contra Trump nos próximos dias.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • ABC

  • ABC News

  • CNN

  • Donald Trump

  • Estados Unidos

  • EUA

  • fake news

  • fake news award

  • Jornais

  • jornalismo

  • Newsweek

  • Notícias falsas

  • premiacao

  • revistas

  • The New York Times

  • Time

  • trump

  • Washington Post

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”