>>>>LINK >>> >>>ID >>

Com provocações às outras teles, Nextel leva “Ruivo” da Vivo

Buscar

Últimas notícias

Publicidade

Com provocações às outras teles, Nextel leva “Ruivo” da Vivo

Conhecido pelas propagandas da Vivo, João Cortês, agora, estrela comercial da concorrente

Bárbara Sacchitiello
12 de março de 2018 - 16h41

(Crédito: Reprodução)

O ator João Cortês ficou conhecido do grande público por ter protagonizado uma série de comerciais para a operadora Vivo entre os anos de 2013 e 2015. O visual marcante e o carisma do ator fizeram com que o “Ruivo” ganhasse bastante destaque das campanhas da operadora, o que, também contribuiu para sua ida para a TV, onde participou, inclusive, de séries da Globo.

Agora, o Ruivo está de volta à publicidade na operadora concorrente. A Tribal Worldwide, que neste ano anunciou a conquista da conta de Nextel, lançou neste fim de semana seu novo comercial para a operadora, trazendo João como protagonista.

Não bastando trazer um ex-astro da marca concorrente, a Nextel foi além e fez um comercial com claras provocações à TIM, Claro, Oi e à própria Vivo. Em uma das cenas do comercial, uma pessoa parece reconhecer o Ruivo e o questiona se ele não era o personagem daquela operadora. Rapidamente, o ator despista e diz que, agora, ele é da Nextel. A agência também usou cenas de pessoas dançando, típica dos mais recentes comerciais da TIM, e a cena de um jovem dizendo “Oi”, em referência à operadora homônima, fazendo com que o Ruivo passasse por todas elas até chegar na Nextel. Assista:

 

*crédito da imagem no topo: PeopleImages-iStock

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”