Facebook anuncia parceria para verificar notícias falsas

Buscar

Últimas notícias

Publicidade

Facebook anuncia parceria para verificar notícias falsas

Rede social atuará em conjunto com as agências Lupa e Aos Fatos e promete reduzir o alcance orgânico de páginas que disseminam fake news

Bárbara Sacchitiello
10 de maio de 2018 - 18h05

Em parceria com as agências Lupa e Aos Fatos, o Facebook anuncia o lançamento de um serviço de verificação de notícias no mercado brasileiro. Em comunicado divulgado à imprensa nesta quinta-feira, 10, a rede social informa que as duas agências terão acesso às notícias denunciadas como falsas no ambiente do Facebook e serão encarregadas de fazerem a checagem da veracidade do conteúdo.

A ideia, segundo o comunicado, é ter no Brasil um modelo semelhante ao que a rede social já adota nos Estados Unidos, onde garante ter diminuído em 80% a distribuição orgânica de notícias falsas após o trabalho em conjunto com agências de verificação de conteúdo.

Segundo o Facebook, as páginas que publicam quantidades significativas de fake news deverão ter seu alcance orgânico bem reduzido. Os administradores dessas páginas ou autores de postagens consideradas falsas serão notificados da verificação e do resultado da análise de autenticidade de conteúdo.

“Estamos comprometidos em combater a disseminação de notícias falsas no Facebook. Essa parceria com Aos Fatos e Agência Lupa é mais um passo em nossos esforços para combater a desinformação e melhorar a qualidade das notícias que as pessoas encontram no Facebook”, afirmou, em comunicado, a líder de parcerias com veículos de mídia do Facebook para América Latina, Cláudia Gurfinkel.

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”