>>>>LINK >>> >>>ID >>

FC Diez Media inicia venda dos direitos da Sul-americana

Buscar

Últimas notícias

Publicidade

FC Diez Media inicia venda dos direitos da Sul-americana

Processo de venda de direitos será dividido em duas regiões – Brasil e América Latina – e propostas podem ser enviadas até 6 de junho

Fernando Murad
16 de maio de 2018 - 15h11


A FC Diez Media, joint venture criada pela norte-americana IMG e pela britânica Perform para cuidar da comercialização dos direitos e patrocínios dos torneios de clubes da Confederação Sul-americana de Futebol (Conmebol), iniciou o processo de concorrência pelos direitos de transmissão da Copa Sul-americana e da Recopa para o período de 2019 a 2022. É a primeira vez que os direitos da Sul-americana são negociados de forma separada. Até então, eles eram comercializados junto com os da Libertadores.

A concorrência está dividida em dois territórios: Brasil, maior mercado para a confederação, e o restante da América Latina. Estão disponíveis dois pacotes, com primeira escolha e final exclusiva e segunda escolha com final exclusiva da Recopa. O prazo final para envio das propostas é 6 de junho.


O processo pelos direitos da Libertadores, iniciado em março, chegou ao fim, mas a FC Diez Media ainda não divulgou oficialmente os vencedores, o que deve ocorrer em até três semanas. Segundo o UOL Esporte, Globo, Fox Sports e SporTV teriam arrematado os pacotes de TV aberta e fechada, enquanto a Folha de S.Paulo publicou que o Facebook teria garantido o pacote dos jogos às quintas-feiras. A FC Diez Media não confirmou os nomes.

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”