Geek: um mercado poderoso e diversificado

Buscar

Últimas notícias

Publicidade

Geek: um mercado poderoso e diversificado

Segundo pesquisa do Grupo Omelete e da MindMiners, diferentes perfis relacionados à tecnologia, cultura pop, HQs e games quebram estereótipos desse público


25 de maio de 2018 - 11h59

Plataformas como Netflix, HBO Go e Amazon vêm apostando fortemente no público geek. A produção de conteúdo de qualidade ajuda na formação de um público diversificado e ansioso por novidades acerca do segmento. O mercado é poderoso e possui forças para crescer mais ainda, uma vez que ocupa grande parte do cotidiano das pessoas.

Com o objetivo de expor esse universo e comemorar esta sexta-feira, 25, Dia do Orgulho Geek, o Grupo Omelete em parceria com a empresa de tecnologia MindMiners realizam pesquisa sobre o perfil dos geeks brasileiros. Entre 18 e 21 deste maio, aproximadamente mil pessoas participaram de questionário sobre consumo e comportamento.

Para Lucas Mathias, profissional de marketing da empresa de tecnologia MindMiners, o público geek influencia tendências pelo alto grau de fidelidade e comprometimento com marcas e personagens. Com um lifestyle voltado à cultura pop, esses consumidores são conhecidos por gerarem um alto engajamento, uma vez que são realmente apaixonados pelo universo. “Não por acaso, diversos anunciantes dos mais diferentes segmentos querem estar em contato com essa audiência”, disse Roberto Fabri, diretor de marketing e experiências do Grupo Omelete.

 

Entre os geeks que buscas novidades sobre tecnologia, 76% usam ferramentas online como YouTube e redes sociais (crédito: Soumil Kumar/Pexels)

Ao todo, 58% dos geeks possuem entre 16 e 24 anos e 23%, entre 25 e 30 anos. O setor apresenta um público maduro e financeiramente independente ao somar 26% de casados. O estudo da MindMiners e do Grupo Omelete não observa uma padronização quanto à classe social. Na classe B2, estão 34% dos geeks; na C1, 28%; e, na C2, 15%. A maioria dos geeks (48%) concentram-se na região Sudeste do Brasil, enquanto 26% estão no Nordeste.

A pesquisa, por meio de respostas sobre situações gerais e recorrentes de comportamentos, determina que os geeks são divididos em três categorias – Geek Tech, Cult Geek e Gamer Geek.

Aqueles que estão enquadrados como Tech Geek são interessados em novas tecnologias. Apesar de estarem sempre buscando inovações, nem todos trabalham com isso. Ferramentas online como YouTube e redes sociais (76%), especificações técnicas e reviews (91%) e páginas e empresas de tecnologias e games (77%) são alguns dos meios usados para buscar novidades sobre o setor.

Os geeks apaixonados por cultura pop, séries, quadrinhos e super-heróis são os Cult Geeks. Entre aqueles da categoria, 78% afirmam ter conhecimento profundo sobre filmes; e 53% dizem que acompanhas artistas de histórias em quadrinhos. Mais da metade dos Cult Geeks (78%) assistem conteúdos disponíveis em streamings. Além disso, 40% relatam que consumem conteúdo relacionado à cultura todos os dias da semana.

Ligado à jogos eletrônicos, o Game Geek costuma jogar mais de um gênero de game — uma média de oito tipos por respondente. Entre os geeks dessa categoria, 47% jogam todos os dias; e 32%, de dois a quatro dias por semana. Os segmentos mais populares de games são Ação e Aventura (71%), Mundo Aberto (64%) e Tiro em Primeira Pessoa (61%). Os meios favoritos incluem console (59%), PC (27%) e mobile (12%).

Crédito da foto do topo: Jaroslav Nymburský/Pexels

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Roberto Fabri

  • Lucas Mathias

  • MindMiners

  • Grupo Omelete

  • filmes

  • geek

  • Séries

  • super-heróis

  • cultura pop

  • HQs

  • Game Geek

  • Cult Geek

  • Tech Geek

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”