Legion Holdings pode comprar Abril

Buscar

Últimas notícias

Publicidade

Legion Holdings pode comprar Abril

Empresa especializada em recuperação judicial pode adquirir dívida de R$ 1,6 bilhão do grupo


6 de novembro de 2018 - 19h09

O Grupo Abril pode vender seus ativos à Legion Holdings, sociedade de investimentos especializada em adquirir e recuperar grandes empresas endividadas. Segundo apuração dos jornais Valor e O Globo, os compradores estariam interessados em 100% da companhia de mídia, sem envolver, portanto, sócios ou outros fundos.

A Legion, foi fundada por Fabio Carvalho, André Peixoto e Rogerio Bimbi em 2016, como consequência do acordo para recuperação da Bravante, empresa de apoio marítimo em óleo e gás. Carvalho se tornou referência nesse segmento após sua experiência com a rede de eletroeletrônicos Casa & Vídeo, em 2009.

À época, o advogado negociou a dívida de R$ 300 milhões da Casa & Vídeo por meio do escritório Alvarez & Marsal. Tornou-se sócio da varejista para ajudar a rede a restabelecer crédito junto a fornecedores. Depois veio a Bravante, num negócio que envolveu R$ 60 milhões e compra de uma fatia de 38% da empresa cujo principal sócio era o BTG Pactual. Posteriormente, o banco resolveu também vender à Legion a rede de cama, mesa e banho Lojas Leader, por simbólicos R$ 1.000 mais dívida de cerca de R$ 900 milhões. Junto à nova aquisição, Carvalho comandou um processo de recuperação extrajudicial, diretamente com fornecedores. 

Marcos Haaland, CEO do Grupo Abril (Crédito: Abril/ Divulgação)

No caso da Abril, a Justiça acompanha a negociação de dívidas que chegam a R$ 1,6 bilhão — a empresa deveria apresentar um plano de recuperação até o início de 2019. A mesma Alvarez & Marsal onde trabalhou Carvalho foi contratada pela Abril e um de seus diretores, Marcos Haaland, tornou-se presidente da companhia de mídia. 

Segundo o jornal O Globo, há outro grupo de interessados na editora, formado por empresários como Guilherme Leal, sócio da Natura. O Grupo Abril foi contactado, mas ainda não se posicionou a respeito.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Abril

  • BTG Pactual

  • Lojas Leader

  • Casa & Vídeo

  • Alvarez & Marsal

  • Marcos Haaland

  • Guilherme Leal

  • Fábio Carvalho

  • André Peixoto

  • Rogerio Bimbi

  • Legion Holdings

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”