Keith Weed deixa o posto de CMO da Unilever

Buscar

Últimas notícias

Publicidade

Keith Weed deixa o posto de CMO da Unilever

Depois de 35 anos na companhia, executivo anuncia seu afastamento da indústria


6 de dezembro de 2018 - 15h00

Keith Weed ocupará a cadeira de CMO da Unilever até março (Crédito: Eduardo Lopes)

Depois de trabalhar quase quatro décadas na Unilever, Keith Weed deixará o posto de CMO na companhia em maio do ano que vem. Ainda não há nomes substitutos confirmados para a função.

O anúncio da saída de Weed ocorre uma semana depois da nomeação de Alan Jope como CEO da Unilever, em sucessão à Paul Polman.

Em comunicado oficial, Weed disse que vivenciou um período muito agradável na companhia, passando por diversas posições em diferentes países. “Como o segundo maior anunciante do mundo, conseguimos impulsionar nossa escala por efetividade e eficiências, e também conseguimos expandir a escala pelo bem, liderar por melhores responsabilidades e transparência na indústria publicitária e digital”, disse. Veja o tweet publicado por ele:

O executivo se juntou à Unilever em 1983 e atuou em posições como head of global homecare e vice-presidente sênior de hair e oral care antes de se tornar o CMO da companhia em abril de 2010. Ele foi um dos responsáveis pela criação do Unilever Sustainable Living Plan (USLP), plano de sustentabilidade da empresa. Em 2016, lançou o Unstereotype, iniciativa que estabeleceu metas em prol da diversidade para todas as marcas da companhia.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • CMO

  • Unilever

  • Keith Weed

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”