Ruth de Aquino deixa diretoria da Infoglobo

Buscar

Últimas notícias

Publicidade

Ruth de Aquino deixa diretoria da Infoglobo

Segundo comunicado, movimento era previsto após consolidação da estrutura que reúne O Globo, Extra e Época


6 de dezembro de 2018 - 8h29

Depois de um ano à frente da diretoria editorial da Infoglobo, Ruth de Aquino deixa a empresa, numa saída acordada com o diretor-geral da empresa, Frederic Kachar, segundo comunicado da própria jornalista. A demissão, prevista em acordo, deve-se à consolidação do projeto de estruturação e integração dos títulos da empresa.

Ruth de Aquino e Chico Amaral anunciaram, em julho, novo projeto gráfico do O Globo (Crédito: Divulgação/ Antonio Scorza/ Agência O Globo)

“Já estava combinado desde o fim de 2017 que eu deixaria de ser colunista por um ano para ajudar a Infoglobo a consolidar a integração das três marcas — e depois meu cargo seria extinto. Era minha missão tornar supérfluo o cargo”, afirma Ruth em publicação de sua página pessoal no Facebook, referindo-se a O Globo, Época e Extra. “Não há litígio, não há vítimas, há simplesmente o fim previsto de um ciclo, tanto que voltarei a escrever, agora para O Globo, como antes escrevia para Época. Não pedi demissão, fui demitida como acordado previamente — e com toda a elegância característica ao Grupo.” Ruth era colunista da revista semanal antes de assumir a diretoria.

Dessa forma, os diretores de redação das marcas citadas — Alan Gripp em O Globo, Daniela Pinheiro na Época e Humberto Tziolas no Extra — passam a responder diretamente a Kachar. Esse grupo passa a liderar a operação junto aos editores executivos do mesão comandado por Fernanda Delmas, que distribui as pautas entre as diferentes equipes da Infoglobo e organizam o fluxo de produção.

A passagem de Ruth pelo cargo deixou marcas profundas na estruturação dos títulos. A primeira foi a integração das redações de O Globo, Extra, Expresso e Época (com mudança de sua base jornalística para o Rio de Janeiro), anunciada logo após sua chegara e concretizada no início deste ano. A concentração de demandas comerciais de todas as marcas, incluindo ainda Editora Globo e jornal Valor Econômico, também passou a uma só estrutura de atendimento a mercado anunciante, com Virginia Any à frente. Em março, a Época apresentou novo projeto gráfico e editorial, antecipando sua comemoração de 20 anos. Além da venda avulsa e assinatura independente, a semanal passou a ser comercializada também como parte de um pacote incluindo um dos jornais quality da empresa — O Globo e Valor –, o que quase dobrou sua circulação. Em julho, O Globo também apresentou novo projeto gráfico editorial, formulado especialmente para a redação integrada. Durante a gestão de Ruth, a empresa também consolidou, em união com a Editora Globo, o aplicativo Globo Mais, de marcas segmentadas sob demanda.

Rev

Nenhum desses processos ocorreu, por outro lado, sem traumas. Por ocasião da integração da redação, na virada 2017/2018, muitos jornalistas foram dispensados. Mais recentemente, em outubro, o Portal dos Jornalistas divulgou nova reestruturação que, segundo comunicado oficial, incluía ainda trocas de posições e até promoções, além de dispensas. Contudo, teve destaque a demissão de muitos profissionais das redações de todos os veículos e de outros setores, incluindo pratas da casa.

Anteriormente à Infoglobo, Ruth teve passagens por Abril, O Dia, Jornal do Brasil, Manchete e BBC de Londres. Também chegou a presidir a WAN-Ifra, Fórum Mundial de Editores, com sede em Paris.

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”