Isobar usa conceito do Posto Ipiranga em campanha do governo

Buscar

Comunicação

Publicidade

Isobar usa conceito do Posto Ipiranga em campanha do governo

Agência afirma ter feito homenagem à campanha criada pela Talent Marcel com a proposta de abordar o tema da previdência de maneira leve

Bárbara Sacchitiello
2 de fevereiro de 2018 - 18h42

No comercial do governo, ator imita personagem das campanhas do Posto Ipiranga (Reprodução: www.portal360.com.br)

“Amigo, sabe onde eu encontro gente se aposentando com salário de 30 mil reais?” “Uai, lá no Posto da Previdência”. O diálogo, semelhante ao popular conceito “Pergunta lá no Posto Ipiranga”, que vem sendo explorado pela Talent Marcel nas campanhas publicitárias da rede de postos Ipiranga há algum tempo será, mais uma vez utilizado em um contexto político.

Na próxima semana, a Isobar Brasil coloca no ar dois comerciais realizados para o governo federal cuja proposta é mostrar a população a importância da Reforma da Previdência. Os filmes, revelados nesta sexta-feira, 2, pelo portal Poder 360, mostram que a Isobar inspirou-se em uma das campanhas mais populares da publicidade atual: a do Posto Ipiranga, criada pela Talent Marcel.

“Não é plágio, trata-se de uma homenagem a uma campanha que admiramos muito e que se tornou famosa entre a população”, explica Mateus Braga, diretor executivo de criação da Isobar. De acordo com o criativo, a ideia da agência foi abordar o assunto da previdência de forma clara e simples, facilitando o entendimento da população. A partir daí, veio a ideia de embarcar no conceito “Pergunta Lá no Posto Ipiranga”. “Estamos super orgulhosos dessa campanha, porque está de acordo com o briefing do governo de atingir a população de forma direta, explicando um assunto complicado. Ao mostrar a figura do caipira, que responde todas as perguntas com a mesma frase, reforçamos aquilo que desejamos destacar na mensagem”, complementa o criativo.

Em agosto do ano passado, a Isobar Brasil contratou Elcinho Mouco, profissional responsável pelo marketing do presidente Michel Temer. Mouco passou a ocupar o cargo de diretor de conteúdo e atendimento da conta digital da conta digital da Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República 

Sobre a nova campanha, Mateus Braga conta que a Isobar não viu necessidade de procurar a Ipiranga e nem a Talent Marcel para falar do conceito criativo da campanha. “Não sentimos necessidade de falar com eles pois não se trata de uma cópia, mas sim de usar o conceito com outro objetivo. Se estivéssemos, por exemplo, utilizando a ideia para a campanha de outra rede de combustível, aí sim poderia ser considerado plágio. Mas a ideia, realmente, era homenagear algo de sucesso”, complementa.

A campanha conta também com outro filme, que compara a realidade de dois brasileiros, de condições sociais bem diferentes. Segundo o diretor executivo de criação, a campanha terá ainda outros filmes, que devem fazer homenagens a outras peças publicitárias. “Ainda não posso dar detalhes, mas continuaremos homenageando outros trabalhos de publicidade que fizeram sucesso no País”, promete.

Confira os comerciais da campanha, postados pelo Portal 360:

 

 


A reportagem também consultou a Ipiranga e a Talent Marcel, anunciante e agência criadoras do conceito de Ipiranga, para saber a opinião em relação ao uso do slogan pela campanha do governo. Até o momento, as empresas não se manifestaram.

Doria e Ipiranga
Em 2016, ainda na campanha pela prefeitura de São Paulo, um comercial criado pela equipe de marketing de João Doria também aproveitou a popularidade do case do Posto Ipiranga. No vídeo, uma atriz perguntava onde encontrar hospitais sem filas e limpos e o ator, que imitava o personagem de Ipiranga, respondia: “Lá na propaganda do PT”.

A rede de postos de combustível entrou com representação no Tribunal Regional Eleitoral solicitando a suspensão da campanha, alegando uso indevido do conceito publicitário.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Campanha

  • governo

  • Ipiranga

  • Isobar

  • Previdência

  • Elsinho Mouco

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”